terça-feira, 21 de junho de 2011

Barreiras rompidas

Desde o inicio das manifestações dos Militares estaduais, nos deparamos com a grandiosa blindagem ao governo Sergio Cabral, orquestrada pelas grandes emissoras de televisão e jornais. Aos poucos essas barreiras foram sendo vencida, em grande parte na proliferação de informação pelas redes sociais.

Nessa semana, ao pegar trem com destino ao centro do Rio, ouvi as pessoas comentarem a respeito das ultimas “palhaçadas’ do governador, suas atitudes, suas palavras e sua ausência. O que mais me impressionou foi quando cimentavam sobre quanto ganha o bombeiro militar no Estado do Rio de Janeiro, algo que era de total desconhecimento da sociedade.

Seus comentários eram de espanto sobre os valores pagos, como se achassem que era bem maior. Com isso, prova que os meios jornalísticos não estão exercendo sua função social, sendo substituído pelas redes sociais na medida em que a intenet se torna acessível às camadas mais humildes.

Portanto estamos exercendo o papel de quem tem a “nossa” concessão para exercer, não o fazendo com a Expressão da verdade, da realidade.

Hoje iniciamos mais uma etapa nessa luta contra o “desgoverno ditador”, sua sustentação agora se baseia na manipulação da verdade, onde a mentira não provada sobrepõe a verdade provada. Será um ato ordeiro, onde não haverá ataques a emissora, sendo no silêncio e na representação da mordaça, sua notabilidade.

Hoje, 11 horas, na Rede Record, Rua General Gustavo Cordeiro de Farias, 84 - Benfica - Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário