terça-feira, 27 de setembro de 2011

Interventores e engenheiros viajam a Lisboa para levantar soluções para o bonde de Santa Teresa

Imprensa RJ

16/09/2011

Cooperação técnica com a empresa portuguesa Carris começa na próxima semana

Nesta terça-feira (20/9), uma comitiva se dirige a Lisboa, com o objetivo de levantar informações sobre a operação do sistema de elétricos portugueses que possam auxiliar na recuperação dos bondes de Santa Teresa. A viagem foi determinada pelo governador Sérgio Cabral, que pediu aos técnicos para apurarem todos os dados sobre o funcionamento do sistema português e apresentarem possíveis soluções para o caso do Rio de Janeiro.

- O governador Sérgio Cabral vem dando prioridade à questão dos bondes de Santa Teresa e não está poupando esforços para que o sistema volte a funcionar com a qualidade e a segurança que a população deseja e merece. Os moradores do bairro podem ter certeza de que estamos cuidando do assunto com o mesmo amor e dedicação que eles têm pelo bonde. Nosso intuito é usar o know-how português para nos ajudar a ter um sistema eficiente - afirma o presidente do Detro, Rogério Onofre, nomeado interventor dos bondes de Santa Teresa.

A medida já é fruto da cooperação técnica entre o Governo do Estado e a empresa Carris, de Lisboa, que administra o transporte de bondes no país, anunciada nesta sexta-feira (16/9) pelo governador Sérgio Cabral. O engenheiro Eduardo Macedo, indicado por Rogério Onofre para ocupar o cargo de presidente da Central, a quem caberá administrar os bondes e promover as transformações necessárias, segue para Lisboa na terça-feira. Completam a comitiva o auditor Alcino Rodrigues, coordenador-geral da Comissão de Intervenção dos Bondes e vice-presidente do Detro; a arquiteta Ana Carolina Borges Vasconcelos, sub-coordenadora da equipe de intervenção e assistente técnica da Diretoria Operacional do Detro, e o engenheiro da Central Marcelo Nery.

Os dados levantados em Portugal serão incluídos no material que será entregue pela comissão de intervenção ao governador Sérgio Cabral. O prazo para a conclusão do relatório é de 15 dias.

Reunião com a Amast na volta de Lisboa

O encontro entre a Comissão Interventora do Bonde de Santa Teresa e a associação de moradores do bairro (Amast), agendada para a próxima terça-feira (20/9), foi adiada para depois do retorno da comitiva que segue para Portugal.

No encontro, além de aprofundadas as propostas entregues a Rogério Onofre, serão apresentados aos moradores de Santa Teresa os dados coletados pela comitiva que vai a Lisboa. O diretor da Amast, Álvaro Braga, considerou extremamente relevante a ida da comissão a Lisboa, que poderá trazer soluções para o sistema de bondes de Santa Teresa.

O resultado da reunião com os moradores também constará no relatório final a ser entregue ao governador Sérgio Cabral.

Rio - O Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio (Crea-RJ) vai participar na próxima segunda-feira, às 19h, de um workshop sobre os bondinhos de Santa Teresa. O evento, promovido pela Associação de Moradores e Amigos de Santa Teresa (Amast), vai reunir especialistas em engenharia, empresas e técnicos especializados em sistemas de transportes sobre trilhos.



A intenção do evento é discutir soluções de recuperação e manutenção para os bondes, que estão parados desde o acidente no mês de agosto. Estarão presentes representantes do Clube de Engenharia, do Sindicato dos Engenheiros do Rio de Janeiro, do Sindicato dos Metroviários e do Sindicato dos Ferroviários. A entrada é franca.


O evento será realizado no Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas, que fica na Rua Martinho Nobre, 169, Largo do Curvelo - Santa Teresa.

Segunto representante da AMAST, o evento foi proveitoso e dispensa busca de cooperação técnica em Lisboa, tornando a viagem um desperdicio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário