quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Vereador cobra explicações sobre falta de ambulâncias no Carnaval de rua

'JB' constatou ausência de serviço obrigatório. Foliões que passaram mal não foram atendidos

Jornal do BrasilIgor Mello, Jorge Lourenço e Maria Luisa de Mel
 
Depois de uma matéria publicada no Jornal do Brasil destacar que as 80 ambulâncias que teriam sido contratadas para atender os foliões no Carnaval de rua não foram encontradas nos maiores blocos da cidade como o Cordão do Boitatá, Cordão do Bola Preta, Bangalafumenga, Suvaco do Cristo e outros, o vereador Paulo Pinheiro (PSol) enviou um requerimento às secretarias municipais de Turismo e Saúde para saber como se deu a contratação dessas ambulâncias para o Carnaval.
 
"Eu não sei se elas sequer saíram da garagem ou foram fantasiadas para os blocos, porque não achei nenhuma", disse o parlamentar, confirmando o levantamento feito pelo Jornal do Brasil, cuja equipe de reportagem percorreu os principais blocos na semana passada e não encontrou os veículos de socorro.

Talvez estivessem nos locais, porém travestidas de carros alegóricos. Dai o porquê de ninguém ter visto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário