sábado, 30 de junho de 2012

Cabral é um cheque sem fundos


Durante anos Sergio Cabral está envolvido em falcatruas, ilegalidades, desvios de verbas, superfaturamento, benefícios a empresários e diversos ilícitos; tudo acobertado por quem deveria reprimir e punir esse tipo de coisa.
É claro que isto não é barato e, Sergio Cabral regiamente paga pela omissão e conivência destes safados que infestam o Legislativo, M.P. e Judiciário.
Chega um ponto que a vazão de saída é maior que a de entrada e o caixa fica vazio. Dinheiro público gasto deve ser comprovado e, a necessidade não deu tempo para isso.
Em desespero o governo do Estado do Rio de Janeiro anuncia a venda de diversos imóveis, patrimônios públicos e culturais. Alguns editais de venda anunciam até próprio particular como se público fosse; um estelionato?

Portanto Senhores "teteiros" destas mamatas, agora é "cheque  sem fundos", não receberão pelos "serviços" prestados. Grande soma de dinheiro saiu dos cofres do estado do Rio de Janeiro sem comprovação, seguindo para bolsos corruptos e visão cega. Um sinal aponta para isso, a folha de pagamento ainda não fechou e, o primeiro pagamento do Estado é dia 2 de julho, segunda feira. Normalmente o credito já estaria com aviso no sabado, o que não aconteceu. Com a palavra o BRADESCO. Vai bancar?


Nenhum comentário:

Postar um comentário