domingo, 24 de fevereiro de 2013

Oposição: situação de Chávez é mais grave do que o governo diz

23/02/2013

No entanto, vice diz que presidente está lúcido e ativo.

Jornal do Brasil

A oposição venezuelana acredita que o estado de saúde do presidente Hugo Chávez é muito mais grave do que o governo diz. O secretário-executivo da Mesa da UNidade Democrática (MUD), Ramón Medina, afirmou que o boletim médico apresentado pelo governo deixa mais incertezas sobre o quadro de Chávez. O boletim diz apenas que o presidente venezuelano sofre de uma insuficiência respiratória com uma evolução não favorável.
"Não aparecer em público desde o dia 8 de dezembro evidencia que sua situação é muito mais grave do que o governo quer revelar. A única certeza que temos é de que Chávez não está em condições de exercer suas funções", disse Medina.

Chávez retornou na segunda-feira passada a Caracas após passar mais de dois meses em Cuba, e está internado no Hospital Militar Carlos Arvelo.

O vice-presidente Nicolás Maduro disse que esteve com o líder venezuelano por mais de cinco horas. Ele confirmou que o quadro de infecção respiratória permanece grave, mas disse que Chávez está lúcido e segue tomando as decisões pelo país. Os dois falaram sobre economia e questões políticas internas do país, e Maduro afirmou que recebeu orientações de Chávez.

Segundo Maduro, o presidente se comunica apenas por bilhetes, já que passou por uma traqueostomia para ajudar na respiração.

Um comentário: