domingo, 20 de outubro de 2013

A ROUBALHEIR​A E A DESTRUIÇÃO DA PETROBRÁS PELO PT


REPASSEM. O BRASIL E O MUNDO PRECISAM SABER QUEM SÃO LULA, DILMA E O PT.

"A maioria dos políticos petistas é composta por ladrões. A maioria que ainda não é, um dia ainda será. É só questão de oportunidade"

TRÊS EXEMPLOS ABAIXO DE INCOMPETÊNCIA E CORRUPÇÃO.

 

A roubalheira na compra de uma petrolífera em Pasadena - Texas

Em janeiro de 2005 a empresa belga Astra Oil comprou da Pasadena Refining System Inc. (Pasadena - Texas - USA) uma refinaria prá lá de obsoleta pór U$ 42,5 milhões. Em 2006, portanro, pouco mais de um ano após,  a Petrobrás comprou esta mesma sucata por US 1,18 BILHÃO . Presidente do Conselho de Administração da Petrobrás era a Dilma e presidente da Petrobrás Sérgio Gabrieli.
Para fazer operar este monte de lixo teriam que ser investidos mais de UI$ 1 bilhão.
Esta negociata é apenas a ponta do iceberg. A roubalheira dos petralhas na Petrobrás é algo oceânico. Por isto, barraram a CPI.
 
Um déficit desastroso
Petróleo virou problema
De acordo com dados do próprio governo, o déficit da conta-petróleo (importação e exportação de petróleo e derivados) neste ano já alcançou 11,7 bilhões de dólares. É um resultado desastroso.
No ano passado, no mesmo período, ou seja, entre janeiro e agosto, esse vermelho era de apenas 362 milhões de dólares.
(Isto que o ladrão-mor, o padroeiro dos ladrões do Brasil, garganteou dizendo que a Petrobrás era auto-suficiente)

Petrobras completa 60 anos toda endividada. Presente do PT aos brasileiros…

No dia 3 de outubro, a Petrobras completou 60 anos de vida. Como presente, ganhou o rebaixamento de seu rating por uma das principais agências de risco do mundo. Àqueles que não terão acesso ao documento detalhado, explicando os motivos do rebaixamento, seguem duas imagens que retratam perfeitamente a destruição da empresa em curso nesse governo. Ficará bem mais fácil compreender a decisão da Moody’s, impossibilitando qualquer tipo de reação ufanista boboca.
Em bilhões de reais. Fonte: Bloomberg

O EBITDA (Earnings Before Interests, Taxes, Depreciation and Amortization), também chamado de LAJIDA (Lucro Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização) no Brasil, é uma proxy da geração bruta de caixa de uma empresa. Ou seja: receita menos custos básicos, antes de um monte de outras despesas e dos investimentos.
Como podemos ver, a Petrobras vem gerando algo na casa dos R$ 50 bilhões por ano de EBITDA. Não há crescimento, nem mesmo em termos nominais. Em contrapartida, seu endividamento sobe sem parar. Isso é resultado de um agressivo e gigantesco plano de investimentos, que não tem produzido, ainda, crescimento algum na produção e na geração de caixa.
A segunda imagem deixa o resultado disso mais evidente ainda, pois é a razão de uma coisa e outra. Trata-se de um dos indicadores mais utilizados pelas agências de risco, pois mede a capacidade de pagamento da dívida.
Fonte: Blommberg
Fonte: Bloomberg

No mercado, quando esse indicador passa de três, uma luz amarela se acende. Afinal, o EBITDA é geração bruta de caixa, e quando a dívida líquida é o triplo desse montante, mesmo que a empresa não fizesse mais investimento algum e não tivesse várias outras despesas, ela levaria três anos para quitar sua dívida.
Mas a Petrobras possui um enorme programa de investimentos à frente ainda. Sua geração líquida de caixa, portanto, tem sido da ordem dos R$ 20 bilhões negativos por ano! Ou seja, a estatal necessita de novos financiamentos dessa magnitude por ano, na promessa de que tais investimentos, finalmente, renderão bons frutos.
Fica sempre na promessa. A presidente divulgou recentemente uma expectativa de dobrar a produção nos próximos anos. Quem quiser que acredite. Mas, no passado, a empresa tem decepcionado ano após ano as expectativas dos analistas, infladas pelo próprio guidance irreal de sua gestão.
A agência de risco preferiu manter postura mais cética. O alerta está dado. O endividamento da Petrobras está ultrapassando o Rubicão. É um presente bastante amargo a todos os brasileiros que tinham orgulho da empresa ou que, pior, investiram suas parcas poupanças em suas ações.
Veja

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário