terça-feira, 3 de dezembro de 2013

A VIDA DUPLA DE UM PRESIDIÁRIO


Os advogados de José Dirceu levaram um prato feito para o ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal: uma carteira de trabalho assinada em que o presidiário José Dirceu é contratado como gerente administrativo do Hotel Saint PeTer, de Brasília.  Os advogados querem que o hotel seja o local de trabalho dele no regime semiaberto.  De acordo com o ministro Joaquim Barbosa, a decisão sobre esse assunto não é dele, mas da Vara de Execuções Penais. Se elaconcordar com a pretensão do presidiário, resta saber se ele vai "trabalhar" no Hotel ou trabalhar para o Hotel. Se for "trabalhar" no Hotel, já se sabe o que vai fazer: reunir a quadrilha petralha e seus comparsas para novos golpes contra o erário público. À noite, de volta à Papula, aproveitará o tempo para planejar os golpes do dia seguinte.


Dirceu tem grande experiência em hotéis.  Nas suas idas a Brasília, depois de desalojado da Casa Civil e cassado pela Câmara dos Deputados, era nos hotéis que dava assessoria aos  empresários e figurões da política   que o procuravam. Com base na folha corrida desse criminoso, já se pode imaginar que tipo de assessoria ele dava aos seus clientes...


Será que o novo gerente vai reservar uma suite para encontros do Lula com a Rose?... O local é ideal para os amores do falastrão, longe do olhar da Marisa...




O presidiário José Dirceu foi contratado com um salário de R$ 20.000,00 (vinte mil reais). O contrato foi assinado por Valéria Linhares, gerente-geral do hotel, que foi admitida em 2012 com um salário de R$ 1.800, (mil e oitocentos reais). Essa disparidade soa como um acinte e zombaria. Mas tem sua razão de ser. Os proprietários do hotel estão ligados umbilicalmente ao governo Dilma e à quadrilha petralha capitaneada por Lula e Dirceu.  Estão em jogo apoio político para a reeleição da Dilma e négócios relacionados com emissoras de rádio e TV . O proprietário do hotel é dono da Rede Mundial de Comunicação.



Os hóspedes que se cuidem. Todo cuidado é pouco. Melhor até procurar outro hotel, onde certamente encontrarão mais segurança. O gerente contratado, além de chefe de quadrilha - e que quadrilha! - é especialista em desvio de dinheiro público.
 

De dia flanando num hotel de luxo e à noite recolhido no xadrez de onde não deveria sair, - para tranquilidade e segurança dos brasileiros que respeitam as leis, - até cumprir toda a pena a que foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal. Desde meados do mês de novembro a Papuda é a nova sede do PT onde senadores e deputados petistas se reunem com José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares para receber instruções sobre o que fazer no Congresso Nacional.


Por Wanderlan Gama

Nenhum comentário:

Postar um comentário