domingo, 22 de dezembro de 2013

O PMB (Partido Militar Brasileiro) lança o PMB Mulher


Foi no sábado, 21 de dezembro, no Clube Beneficente dos Sargentos da Marinha, o evento que lançou o PMB Mulher. Cheguei ao evento vindo de um dia cheio, meu traje era despojado, próprio de um sábado à tarde. No local me senti um tanto destoado, já que havia um formalismo nos demais presentes.
                    Eu e meu grande amigo Délio do EB, não nos víamos há uns 20 anos

Gratificante, reencontrei velhos amigos e outros de lutas presentes, alguns, amigos virtuais que se efetivou fisicamente.
                            Com Reynoso do CBMERJ (ao centro), afinal, fora do"virtual"

Délio, do Exercito Brasileiro, que não via há uns 20 anos, Capitão Bandeira do CBMERJ, Da Silva da PMERJ e Kelma Costa, incansável guerreira, coma qual já participei de reivindicação no Rio de Janeiro e Brasília.
                       Bandeira do CBMERJ a esquerda e Da Silva PMERJ a direita

Não pude ficar muito tempo, já que outro compromisso me aguardava, mas, deu para interagir com as pessoas e formar minha opinião sobre o que presenciei. O PMB é um Partido que vem para valorizar a presença dos militares na vida pública e política brasileira, para isso é preciso que os maiores interessados, os militares, sejam mais presentes nos atos do partido. Sem seu público, nada representa.

    Com a sempre Guerreira Kelma Costa, presente em grandes manifestações. No Rio e em Brasília.

Jair Bolsonaro e família estavam presentes e o salão, numa visão ampla, mostrava que eles seriam o motivo do evento. Estavam postados como que ídolos num altar. Nada contra, aprecio o trabalho de Flavio Bolsonaro na ALERJ, mas de Jair Bolsonaro, apesar de suas constantes discussões na Câmara Federal, eu esperava mais.


Todos estavam ansiosos por uma foto junto a família Bolsonaro, já que representa um peso considerável na questão de captação de votos dos militares. Mas o que acontece? Eles são PP (Partido Progressista), será que querem um partido para “chamar de seu”. Político tem de pedir para tirar foto comigo e não eu com ele.

Não posso comentar sobre os discursos, sobre o que rolou no evento, como eu disse, outro compromisso me aguardava. Mas gostei de ter ido, reencontrar amigos é sempre bom e valoriza. Veremos o que acontece no futuro com o PMB, se será um Partido dos e para os militares ou mais um Partido com um “dono”.


Um comentário:

  1. FAMILIA MILITAR VOTA EM MILITAR!!!
    VAMOS ENCHER ESSE PAÍS MARAVILHOSO de DEPUTADOS FEDERAIS,ESTADUAIS,SENADORES e QUEM SABE dePRESIDENTE.
    VAMOS MUDAR A HISTORIA!!!!!!!
    DEUS ABENÇÕE A TODOS.

    ResponderExcluir