quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

O resultado de uma eleição para a PMERJ


Chega o ano eleitoral de 2014, e com ele os candidatos se apresentam para nos representar. Oficiais e Praças da PMERJ se propõem a legislar em defesa dos interesses da Corporação, seus componentes e sociedade, o que podemos esperar?

Em 2012, ano de eleições minoritárias, prefeitos e vereadores, se somados os votos dos principais candidatos da PMERJ e os dirigisse a somente um, mesmo assim não seria eleito. Gosto sempre de usar o exemplo dos Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro, que embora não tenham quatro mil eleitores no Município do Rio de Janeiro, elegeram seu representante na Câmara Municipal com quase 14.000 votos.
Em 2014, temos representantes para ocupar vaga na Casa mais importante dentro de nossas aspirações, a ALERJ, os candidatos estão ai, já se apresentaram. Resta agora o público alvo se apresentar e se manifestar, pois, dentro das comunidades PMERJ, não vejo incentivo nem manifestações sobre o assunto, tendo sido criticado numa de minhas investidas sobre o assunto, com o policial militar dizendo que eu o incomodava, pois, estava num churrasco com a família. Triste, não foi citado nem chamado, o fez por pura maldade.

A família PMERJ tem Parlamentares oriundos de seus quadros na ALERJ, mas, sem nenhum compromisso com a Corporação e seu efetivo, já que reconhecidamente não foram eleitos com estes votos. Outros, que obtiveram grande votação no ambiente PMERJ, são meros figurantes neste cenário, havendo inclusive um condenado.

Penso e me preocupo, não precisamos de comissões, precisamos de fiscalização. Temos hospital que funciona precariamente, embora custeado com nosso dinheiro. Temos uma CBPMERJ que sempre esteve sob suspeição. Por qual motivo gestores se apresentam para gerir “déficit”? Gostam dos problemas financeiros? Não creio. Entram e saem sem solução de problemas, só o agravamento. É FISCALIZAÇÃO EM CIMA DELES!

Não citarei nomes de candidatos por não ser ainda permitido, não pode haver antecipação de propaganda. Mas, dentre os que conheço, acredito serem merecedores de credito para um lugar na ALERJ. Temos de OUSAR e ARRISCAR, temos potencial para isto, eleger 5 representantes de Fato e de Direito. De Fato por ser oriundo da Corporação Policial Militar, de Direito por ter sido eleito com nossos votos.

2 comentários:

  1. CONCORDO PLENAMENTE, A PMERJ TEM O QUE TODO POLÍTICO GOSTA: VOTOS.
    SENDO ASSIM, POR QUE NÃO COLOCAR NA ALERJ, PESSOAS COMPROMISSADA COM AS INSTITUIÇÕES(PMERJ/PCERJ/CBMERJ E A DISTANTE SEAP.)
    A PMERJ UNIDA É SUCESSO CERTO, E MAIS, SEM PRECISAR SI EXPOR, SIMPLESMENTE PELO VOTO CONSCIENTE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou de acordo desde que os representantes sejam praças.

      Excluir