quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Desabafo de um soldado para a hora presente


Ultimamente, em particular os militares, tanto ativos como inativos , estão com as armas voltadas para os atuais Chefes, reivindicando alguma atitude em relação aos destinos do País. Acontece que todos (civis e Militares), conceituam as Forças Armadas como o “xerife” da Nação (ao longo da história, desde o Império era assim mesmo), e, agora, a realidade é diferente pois, uma intervenção militar hoje, certamente levaria a uma guerra civil e isso ninguém quer. A posição do Coronel Sergio Augusto sugere a mudança de ótica e, sem preâmbulos, coloca a “bomba” no colo da “Força Civil”.

” Desabafo de um soldado para a hora presente”

Meus caros,
Sou coronel da reserva do Exército Brasileiro.
No dia 18 DEZ 1965, às 10 hs, em solenidade pública e aberta, com a presença obrigatória do Presidente da República, diante do Pavilhao Nacional desfraldado, fiz um Juramento de defender a Pátria com a própria vida se preciso fosse.

Ano passado e este ano a Presidente descumpriu a LEI e não foi às Solenidades Militares.
Após 31 MAR 64, até disfarçado tive que sair à rua. Os CIVIS nos agrediam de todas as formas e usando todos os meios.

OS CIVIS elegeram e reelegeram Lula . Não satisfeitos, elegeram a Dilma. Tenho absoluta certeza que irão eleger um ou outro em breve.
Portanto, venho pedir aos brilhantes amigos virtuais, que não coloque o pedido para que as Forças Armadas resolvam o que os CIVIS é que fizeram e irão ter que resolver!!!

Nós existimos para defender a Pátria e não para resolver as besteiras que os CIVIS fazem e ainda se dão ao desplante de querer que nós façamos algo.

O Brasil está tendo o que pediu e votou livremente para ter. Queriam DIRETAS, achincalharam o atentado do Rio Centro e nada fizeram com relação ao atentado estúpido do Recife. Lamarca nos traiu e o fuzilamos. Cortamos nossos males na carne! Mas os CIVIS ficam em barezinhos da vida tomando cerveja de forma livre e cômoda, defendendo um pústula do Che Guevara, um frustrado frouxo e assassino, ou Fidel, comprando no Paraguai, apoiando Comunismo que faliu e deixou a Rússia e seu povo na maior baderna mundial e com um estado mafioso impressionante. Os CIVIS, foram fundo na infeliz propaganda do Gerson, um jogador ímpar, “levando vantagem em tudo”. Beleza!!!!

O que é feito de Tiradentes, Rui Barbosa, Barão do Rio Branco e tantos outros do passado? Ah! agora é o copista Paulo Coelho, o pústula do Jorge Amado! Os CIVIS deveriam se olhar no espelho e, se não o tem, peçam emprestado, e tomar vergonha na cara !!! Se fizeram besteira, vão lá e concertem!!! Por que tem que ser as Forçasa Armadas? Para começar, vão estudar e ver que não existimos para isto. E mais: cometemos um grande erro em 1964, mais pelo motivo de nossos Generais à época terem ido à II Grande Guerra e terem no sangue a execração pelo que viria.

Mas os tempos mudaram!!! Acordem!!! Agora nossos Generais se aprontam para defender a Pátria de um ataque de um poder externo. Não de um câncer pútrido, cachaceiro, vagabundo, safado, aliado a ladrões, incompetentes e prostitutas ladras de banco. Isto é responsabilidade do povo (CIVIS!!!) que devem ser tão ou mais valentes que nós. Nós damos, por opção, nossa vida à Pátria, em qualquer lugar, a qualquer hora, de qualquer forma. Os CIVIS exigiram que a Academia Militar passasse a 4 ou até 5 anos, por causa das Universidades. Mas na AMAN, nosso regime é integral!!! 24 horas por dia, 7 dias por semana, 30 dias por mês!!! E no curso de nossa vida, temos que pagar nossos uniformes. Eu tenho 71 anos e meio de idade. Fiz 19 mudanças na vida militar, sendo 4 em 1 ano!!! Descontam, na fonte, 27% de Imposto de Renda, para pagar certos cartões corporativos que aí existem, verdadeira pornografia!!! Agora, como se não bastasse o Legislativo e Executivo em disparada roubalheira e insanidade, o Judiciário(!!!!!) entrou no esquema. E aonde estão os CIVIS? Tomando chopp, água de coco, na praia ou nos estádios vendo futebol e à noite novelas? Ohhhh, meu!!!!! Nós temos hombridade, dignidade, abnegação. Todos os anos, recebíamos mais de 3 milhões de jovens “mocorongos” e a ferro e fogo, como se nossos filhos fossem, os transformávamos em HOMENS, com TODOS os documentos. Cansei de chorar aos prantos com eles e os familiares, ao fim do ano, quando davam “baixa”.
Estou cansado de ouvir as maiores asneiras sobre fronteiras, amazônia e falta de água e oxigênio. Em minha vida, o que mais odiei, foram os BURROS, que são impossíveis de endireitar. Eu era Ajudante de Ordens de um General de Exército e, quando findou meu tempo na função, poderia escolher o melhor lugar para servir. Pedi (e quase fui preso) para ir Comandar o 4º Pelotão de Fronteira, à margem esquerda do Rio Negro, que divide a Colômbia da Venezuela e entra no BRASIL. Era DEUS no Céu e Eu na Terra! Era uma área Militar, com 850 habitantes. Além de Comandante, era Diretor e Professor do Colégio (do Maternal ao final do 2º Grau). O Padre fugiu na véspera de São Sebastião, sagrado para o lugar. Quem “Teria que conduzir a Missa???…” Sou Espírita Kardecista! Houve um “CULTO”. Os Homens falavam o que o Padre deveria falar e as Mulheres o que cabia aos fiéis. Eu fiz o Sermão e l i o Evangelho. Todo mundo estava lá. Foi a Missa mais linda do lugar. Ah!!! Não posso ler o Evangelho? Pois em Brasília eu gostava de ir à Missa da Igreja de São Judas Tadeu na Asa Norte. O Padre Roberto era Gaúcho… Quem lia o Evangelho? ÉHHH!!! E ao ser interpelado por um CIVIL, o PADRE ROBERTO respondeu: – A Igreja é minha; o Padre sou eu; e ele é que lê o Evangelho!!! Um dia perguntei por que? E ele disse: Você nos leva àqueles tempos com sua voz e eu sou gaúcho grosso!

E a Amazônia tem floresta, água e oxigênio a dar com o pau . Nunca acabará !!!! Se for num jato 747 de Brasília a Manaus, passará 4 horas vendo selva e rios , a 900 Km/h! Tem muito CIVIL tomando cerveja ao invés de estudar e procurar amar e conhecer nossa pátria . É!!! NOSSA!!! Não é quintal para as Forças Armadas . Cada macaco no seu galho!!! A PÁTRIA somos todos nós. E quem fez a besteira, agora, vá concertar. NÓS, não !!! Quiseram até pederasta em quartel! Que que é isto?! Pederastia é CRIME!!! E se fosse acatável, DEUS teria criado Adão e Ivo…. E viver na Amazônia só para os FORTES. É maravilhoso, mas não é fácil. E a riqueza de lá é inimaginável e NOSSA!!! As Forças Armadas garantem-lhes isto! Nunca se preocupem. Mas, agora, vocês que são CIVIS (pois esta separação vocês a querem…) providenciem dar fim ao que fizeram.
Até mais ver! Minha saudação Militar a todos (Continência),

Havemos de entender o desabafo do militar, o mea culpa cai muito bem à sociedade. Mas, nunca desistiremos de cobrar uma Intervenção Constitucional, está na Carta Magna. E os militares, apesar de sua decepção, obedecerão ao clamor público. 

4 comentários:

  1. Prezado Conterrâneo, Coronel: tenho sua idade e vivi com intensidade os anos 60, em especial, 1964, qdo. era Presidente de Centro Acadêmico da Escola de Engenharia, onde me graduei em engenharia industrial e que tinha como professores catedráticos contratados no IME (Instituto Militar de Engenharia). Concordo com quase tudo que escreveu em desabafo. Faço, no entanto, 2 reparos ao seu texto:
    1. Após 1964, e por MUITOS ANOS, a Sociedade Civil agradeceu, e muito a Intervenção Militar que nos livrou de nos transformarmos numa Cuba Continental. Através de meu testemunho, meus filhos e netos tem conhecimento disso e não poderão ser cooptados pelo que é ensinado (especialmente em cursos superiores) e veiculado pelos meios de comunicação que devem uma "baba" de impostos calando-se e se cumpliciando com o desgoverno dos últimos 11 anos!
    2. Minha GRANDE QUEIXA dos governos militares reside no fato que descuidou da EDUCAÇÃO sem a qual não se tem SAÚDE, SEGURANÇA e COMPETITIVIDADE..Esta, a meu ver é a maior causa de termos de volta a mesma camarilha...agora multiplicada com OPORTUNISTAS & CORRUPTOS que povoam nossos palácios e poderes e que, com MUITO RECURSO DESVIADO, insistem em implantar uma "democracia popular comunista" no Brasil...e nunca estiveram tão perto de conseguir viabilizar seu intento!
    3. Considero INDISPENSÁVEL e OBRIGATÓRIA a INTERVENÇÃO MILITAR, não concordando com o senhor que o problema seja da apenas da Sociedade Civil isentando os Militares de qualquer responsabilidade na solução de tão grave impasse enfrentado pelo País como um todo.
    A ÚNICA SOLUÇÃO está, no uso do que prescreve a CONSTITUIÇÃO e na união de todos os brasileiros (civis & militares) para apear do poder este desgoverno que tem dado PROVAS CABAIS de incompetência, corrupção e real intenção - através do Foro de São Paulo - de implantar uma ditadura comunista no País!
    Saudações Democráticas.

    ResponderExcluir
  2. E A MARCHA DA FAMÍLIA?

    ResponderExcluir
  3. SENHOR CORONEL,CONCORDO EM PARTE COM O SEU DESABAFO,MAS O PESO DO ERRO NÃO CAI SOMENTE SOBRE OS OMBROS DOS CIVIS.SENHOR NÃO FOI O CIVIL QUEM DEU A ANISTIA AOS TERRORISTAS,SENHOR NÃO FORAM OS CIVIS QUE DERAM REGALIA AO LULA EM TROCA DE INFORMAÇÕES,QUE ACHA O REPARO DOS ERROS EM AMBAS AS PARTES.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos pensar!!!
      "Nós existimos para defender a Pátria e não para resolver as besteiras que os civis fazem...".
      Coronel, vale o respeito, mas pense: NÃO HÁ PÁTRIA SEM POVO e nesse caso, entra em contradição o seu dito. Rui Barbosa foi a fundo e declarou: "A Pátria é a família amplificada". Sendo assim, cada cidadão é a Pátria em miniatura ou reduzida. Se sois defensores da Pátria, logo são também do povo. O Grande erro que persiste até hoje cabe a quem não fez o serviço completo, deixando que o inimigo crescesse em nosso meio, ao lado de sua própria família. A ÉTICA pede renúncia do abuso de PODER (equilíbrio); Tomar para si as dores alheias; Dedicação; Responsabilidade; Respeitabilidade; Zelo; Vocação.
      Sou Reservista e sinto que a verdade precisa EMERGIR das águas; sair das profundezas para se tornar como luz nas trevas e libertar à Pátria que se definha.

      Excluir