domingo, 16 de fevereiro de 2014

Falemos um pouco sobre nossos Deputados Federais. Bolsonaro a oposição que a esquerda quer.


A “safra” de deputados federais pelo Rio de Janeiro parece mais uma piada do que reais representantes dos interesses do povo deste Estado, só se manifestam em causas próprias ou contra os anseios da sociedade que, em tese, os elegeu.
Destacamos três, um que não foi eleito pelo eleitor do Rio de Janeiro, foi eleito por uma matemática nada democrática, que empossa quem não conseguiria nem mandato para Vereador, o Jean Willys. Seu “trabalho”, pouco significativo, se restringe a um pseudo seleto grupo homossexual em detrimento do todo que ele teoricamente representa.

Chico Alencar respalda seu mandato em atacar os “torturadores” durante o governo dos militares, alega ter levado vários pontos quando foi ferido a golpes de coronha de fuzil, mas, se apreciado por um perito pode comprovar esses ferimentos? Não creio.

"Conheci Lobo no dia 21 de abril de 1970, quando fui preso ferido por dezenas de coronhadas de fuzil na cabeça, numa briga com agentes do DOI-Codi, e ele foi chamado para me dar pontos. Foram, ao todo, 17 pontos. Dados a frio, naturalmente. Nessa mesma noite, fui amarrado a uma cadeira ao lado do pau de arara e Lobo me aplicou pentotal"
Fonte: http://www.chicoalencar.com.br/_portal/artigos_do.php?codigo=1156
No dia do “protesto” contra aumento das passagens, ele, Chico Alencar, incentivou o vandalismo e ataque ao patrimônio público que presenciamos, culminando na morte de um cinegrafista atingido por um artefato direcionado aos policiais militares. Hoje, circulam indícios que o PSOL financia estas ações orquestradas com fins políticos, pois nunca os vimos protestando contra os diversos desmandos, saques e corrupção que ronda o atual governo federal.


Chegamos ao Flavio Bolsonaro. Desde seu primeiro mandato sempre esteve envolvido em polêmicas com vídeos que causaram muita discussão, fora isso nada.  Foi por varias vezes denunciado por seus pares com acusações de falta de “decoro”, não acontecendo nada. Se bem posicionado contra o que está acontecendo no País, sendo uma direita efetiva, deveria denunciar o deputado Chico Alencar por sua incitação a violência em sua pagina na rede social. Mas nada faz.
 
Em varias vezes que estive no desfile de 7 de setembro no Rio de Janeiro, lá estava os Bolsonaros, mas não incorporou aos Bombeiros Militares, não incorporou nos protestos, não incorporou em 2013. Só distribuiu panfletos propagandeando seus filhos e ele mesmo.




Portanto, na falta de ação deste deputado estadual, penso que é tão culpado quanto os corruptos tanto noticiados, pois por omissão também se peca. Do modo como age em seu mandato, com o risco iminente que a Nação Brasileira corre, e com o perigo tão perto a nos rondar, ele é um objeto útil a esquerda que o usa como uma “oposição” efetiva, mas que na verdade é posição neutra.
Os Bolsonaros poderiam, com a popularidade que certamente tem, tomar a frente nas manifestações ordeiras, trazendo assim o povo de bem para que a vontade popular se efetivasse. Mas não, parecem estar acomodados em suas posições esperando o que vai acontecer para que continuem omissos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário