sábado, 14 de junho de 2014

"ANAC e o desserviço aos Brasileiros"


Marcelo Guaranys, Presidente da ANAC
Olá pessoal.
Vocês devem ter acompanhado nos jornais  do dia 12/05/2014 sobre a entrevista do Presidente da ANAC, Sr. Marcelo Guaranys. Segundo o presidente, empresas aéreas, empresas de taxi aéreo e aviação executiva/particular, deverão pagar multas altíssimas (Até R$ 90 mil) para aeronaves que não decolarem ou pousarem no horário (tolerância de 15 minutos). Parece uma ótima medida para você não perder o seu voo, correto? Errado!
Segundo a ANAC, quem não pousar no horário, pagará R$ 30.000,00 e dependendo poderá chegar a 90 mil…A ANAC também poderá suspender a carteira dos pilotos que atrasarem suas decolagens, por até 6 meses. Ao implementar uma medida dessas, o que a ANAC está fazendo é pressionar as empresas/pilotos a decolarem e pousarem a todo o custo.
Há anos, nós, pilotos, temos lutado contra pressões como esta, que afetam diretamente a segurança de voo, afim de preservar nossas vidas e as vidas de nossos passageiros, e essa luta está indo por água abaixo. Um caso mais recente foi o acidente da TAM, que tirou a vida de 199 pessoas em São Paulo/Congonhas. Dentre os vários fatores contribuintes para o acidente, é sabido por todos nós que havia pressão da empresa e passageiros para pousar em Congonhas, e não alternar para outro aeroporto mais seguro para aquelas condições, já que a pista estava com muita água e escorregadia.
Se o comandante resolve alternar, gera custos altíssimos para a empresa, reclamação de passageiros e multas da ANAC, então, o comandante “força a barra”, para atender à necessidade de todos…em 99% dos casos isso não muda nada e todos chegam em casa em segurança…mas e os outros 1%?
“Poxa! O cara é comandante, ele tem que tomar a decisão mais segura e pronto!!”… Na teoria… na prática, ele ganha um ‘xizinho’ no nome e quando alguém arruma outra desculpa, ele pode ser demitido por “não atender as necessidades da empresa”…E estamos falando de pais/mães de família que tem que sustentar os filhos, pagar escola, saúde, alimentação, etc…
Essa medida da ANAC, valerá para a Copa e permanecerá em vigor após o evento, ou seja, pra sempre!
Isso significa que as empresas farão de tudo para decolar/pousar na hora certa, ignorando a necessidade de uma possível inspeção de manutenção em algum equipamento, ignorando se as condições meteorológicas não permitirem uma aproximação segura (chuva forte sobre o aeroporto por exemplo), a tripulação sofrerá enorme pressão para decolar com aeronaves com panes, varar os parâmetros mínimos de visibilidade e teto para pousos, arriscando uma colisão com o solo, evitarão arremetidas (procedimento que visa tentar outro pouso, de forma mais segura)…resumindo, rão forçar a barra para chegar no horário…e estas tripulações sofrerão pressão também da ANAC, pois como você suspende a carteira de um profissional por 6 meses?? Como a ANAC espera que o piloto pague suas contas e de sua família??
A ANAC está hoje escrevendo uma sentença de morte. A roleta russa começou e uma hora a bala entra na agulha…
Como disse o amigo Julio Cezar Temiak Giunti: “vai gerar um estresse muito grande entre tripulações e ATCOs (controlador de tráfego aéreo) que, dependendo da evolução do tráfego, se necessitar segurar a decolagem ou pouso de alguém e isso acabar atrasando o vôo vai acabar consequentemente em discussão na fonia.”
Eu já fiz meu RCSV (RELPREV) e sugiro (peço) a todos pilotos e ATCOs do grupo que façam o mesmo, dando seus motivos (como controlador e piloto)…. O que eu sempre falo, se der m***…vamos pro cemitério e o controlador pra cadeia… e o iluminado vai aparecer no JN no dia seguinte, só lamentando e depois vai pra casa jantar com a família….”
 Fonte: Ricardo Villela

Nenhum comentário:

Postar um comentário