quinta-feira, 26 de junho de 2014

Ou acontece ou estaremos definitivamente subjugados


Plebiscito socialista do PT Campanha pela reforma política já conta com 400 comitês no País. 

Cursos de formação vão preparar cerca de 30 mil lideranças para mobilizar a militância em todas as regiões 31/05/2014 - 15h33 / Por Agência PT.  “Vamos nos mobilizar intensamente pelo Plebiscito Popular Constituinte da reforma política. Esta é a mãe de todas as reformas, pois mudando esse sistema viciado, abriremos caminho para as demais mudanças que hoje ficam emperradas justamente por causa do sistema”. A afirmação foi feita pelo presidente nacional da CUT ,Vagner Freitas, durante mobilização diante do prédio da Petrobrás na capital paulista, na terça-feira (27). 

Segundo seus organizadores, o ritmo de preparo para o Plebiscito permite otimismo. Entre abril e maio, 100 novos comitês foram organizados, superando agora os 400 e cobrindo as 27 unidades da federação. O principal deles, a Secretaria Operativa Nacional, está instalado na sede nacional da CUT. A maioria dos comitês funciona em espaços cedidos por entidades dos movimentos sociais. Outros não têm sede fixa, funcionando em casas de militantes. A coleta de votos em defesa do Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político vai acontecer entre os dias 1º e 7 de setembro. Até lá, segundo a CUT Nacional, as tarefas serão organizar comitês e formar, através de cursos que já tiveram início, mais de 30 mil multiplicadores. 

O desafio é massificar a ideia e cuidar da votação, levando urnas e materiais de divulgação para as ruas e praças, estações de ônibus, trens e metrô, locais de trabalho e sedes de organizações populares. Fonte – OCC – Alerta Brasil (GOOGLE)


Tá na hora de sair da inércia, a situação é extremamente grave!


Enquanto isso, na Câmara.....................

Decreto Legislativo que anula efeitos do Decreto 8243, de 2014
O senador Álvaro Dias(PSDB-PR) protocolou, nesta segunda-feira (02/06), na Mesa Diretora do Senado, Projeto de Decreto Legislativo para sustar os efeitos do Decreto Federal nº 8.243, de 23 de maio de 2014, que “institui a Política Nacional de Participação Social – PNPS e o Sistema Nacional de Participação Social – SNPS”.” Ex vi”:
“ O CONGRESSO NACIONAL decreta:
Art. 1º. Ficam sustados os efeitos do Decreto federal nº 8.243, de 23 de maio de 2014, que “institui a Política Nacional de Participação Social - PNPS e o Sistema Nacional de Participação - SNPS, e dá outras providências”.
Art. 2º Este Decreto Legislativo entra em vigor na data de sua publicação.”
Segundo o senador, o Decreto, editado pela presidente da República, é inconstitucional já que “não há, na Constituição federal, abertura para a ampliação do sistema de representação popular, nem para sua reinvenção, mais ainda por meio de ato unilateral advindo de um dos Poderes”.
Na verdade esse Decreto é ilegal e inexequível, mas o atual Presidente da Câmara dos deputados, Henrique Eduardo Lyra Alves (Rio de Janeiro9 de dezembro de 1948) é um advogadoempresário epolítico brasileiro no exercício do décimo primeiro mandato consecutivo de deputado federal pelo Rio Grande do Norte (PMDB), parece que está  engavetando o Decreto Legislativo de Álvaro Dias.
Porque será??? Que interesses escusos estão por debaixo da mesa do Presidente da Câmara??? Falta de patriotismo ou até falta de senso democrático??? Parece mesmo que há interesses pessoais de ascensão ao cargo de Governador do Rio Grande do Norte. Ele tem que cumprir a obrigação e o dever que lhe são impostos pela Constituição Federal. A sua mesa na Câmara não é casa de Mãe Joana, tampouco o quintal da sua casa. Como advogado então, ele fez juramento solene quando de sua consagração na Ciência do Direito. Ele está pecando duas vezes.
Deputado!!! V.Excia foi eleito para trabalhar e fazer a sua lição de casa direitinho, não para atrapalhar e não para ficar negociando com Dilma, quando duzentos e dois milhões de brasileiros estão, no momento, sob a sua guarda e o seu zelo, ansiosos para que o Decreto Legislativo seja assinado pelo Congresso Nacional. Fique esperto Deputado: - à sua ação ou omissão sempre corresponderá uma reação.

Juçara de Santis, Advogada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário