sábado, 19 de julho de 2014

Começam a transformar assassino em líder?

A ativista Elisa Quadros Pinto Sanzi, a Sininho, foi detida na manhã deste sábado em Porto Alegre. A prisão aconteceu por volta das 6h na casa do namorado da ativista, no centro da Capital, e foi feita por policiais do Rio de Janeiro, com auxílio de agentes do Departamento de Investigações Criminais (Deic) do Rio Grande do Sul.

Sininho passou a ser investigada após a prisão de Fábio Raposo, primeiro dos suspeitos de participação na morte do cinegrafista Santiago Ilídio Andrade, 49 anos, da TV Bandeirantes, em fevereiro deste ano.

Ainda segundo o jornal O Globo, Sininho negociou por meio de ligações telefônicas e mensagens de texto a compra de fogos de artifício que seriam usados em protestos no Rio de Janeiro. A descoberta foi feita por meio de interceptações de conversar telefônicas da ativista com autorização da Justiça.

 Noticia

A Justiça arbitrária que mantém ativista na prisão pode estar ajudando a construir uma futura líder nacional de proporções bem maiores do que se imagina.

Para o desembargador Siro Darlan, que assinou pedidos habeas corpus para ativistas detidos, não havia elementos para mantê-los presos. A decisão cita ainda "constrangimento ilegal do direito de ir e vir (...) diante da ilegalidade da prisão temporária".

Integrantes do PCdoB e Psol também impetraram uma representação no Conselho Nacional de Justiça contra o juiz que emitiu mandados de prisão e de busca e apreensão contra ativistas. A representação argumenta que o ato foi de "completa arbitrariedade e abuso de autoridade" e ainda que “tais prisões e apreensões possuem um nítido caráter intimidatório, sem fundamento fático ou legal que legitime a prisão, destinado a reprimir com o Direito Criminal a liberdade de expressão cidadã”.
Jornal do Brasil

Não, ela não é uma líder nacional, é uma pequena líder fabricada para causar o caos e instabilidade. Seu grupo é assassino, responsável pela morte do cinegrafista da Band, Santiago Andrade em fevereiro, ele teve morte cerebral no dia 10/02, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Ele foi atingido na cabeça por um rojão na quinta-feira (6), quando registrava o confronto entre manifestantes e policiais durante protesto contra o aumento da passagem de ônibus, no Centro do Rio.



'Destruíram uma família', diz mulher de cinegrafista
A mulher do cinegrafista, Arlita Andrade, fez um desabafo no domingo (9), em entrevista exclusiva à TV Globo, e disse que "falta amor" às pessoas responsáveis por ferir gravemente seu marido. A declaração foi dada antes da divulgação da morte cerebral do cinegrafista.


O bando PAGO é conhecido por suas ações violentas no Rio de Janeiro e que "sininho" está a frente de suas ações de intimidação.


Carniceira
O machão, que talvez seja muito corajoso quando mascarado e atuando em grupo, foi pedir penico para as mulheres.

Ali a gente vê a tal “Sininho”, esta estranha personagem, como uma espécie de porta-voz da turma. Há outros aspectos do vídeo que nos escapam. Um outro cara, que aparece ao fundo, visivelmente mais velho, é quem? Observem que ele parece ser uma espécie de chefe. Quem é? Tem filiação política? É ligado a algum grupo ou partido?

“Sininho”, a amiga de pelo menos um dos assassinos — ou não é? — acha a imprensa “carniceira”.Os da sua turma explodiram a cabeça de Santiago Andrade, mas, para ela, “carniceiros” são os jornalistas e cinegrafistas.

A Polícia trabalha, a Justiça age. Mas há sempre um membro FDP do Judiciário que atende à política e à OAB, que sempre estão "investindo" neste segmento criminoso. Mas, surgiu um Magistrado de pulso.

Juiz derruba habeas de Siro Darlan e decreta prisão de 23 ativistas

O juiz Flávio Itabaiana de Oliveira Nicolau, a decisão deve-se  à periculosidade dos acusados, evidenciada por terem forte atuação na organização e prática de atos de violência nas manifestações populares, o que se pode verificar pela prova produzida em sede policial e pelos argumentos presentes na denúncia.
“Em liberdade, certamente encontrarão os mesmos estímulos para a prática de atos da mesma natureza. Assim, como a periculosidade dos acusados põe em risco a ordem pública, deve-se proteger, por conseguinte, o meio social”, justifica o magistrado.

Mais cedo, o juiz Siro Darlan, da 7ª Câmara Criminal do Rio, concedeu habeas corpus aos cinco ativistas que ainda estavam presos desde o último sábado, um dia antes da final da Copa do Mundo. Elisa de Quadros Pinto Sanzi, a Sininho, apontada pela polícia como a líder do grupo; Tiago Teixeira Neves da Rocha; Eduarda Oliveira Castro de Souza; Camila Aparecida Rodrigues Jourdan e Igor Pereira D'Icarahy, poderão deixar o Complexo de Bangu a qualquer momento.
Jornal do Brasil

A sociedade agradece ao Juiz Flávio Itabaiana, lugar de marginal assassino é na cadeia.

4 comentários:

  1. Vc continua bancando o panaca. A menina não é uma assassina...o que aconteceu foi uma fatalidade. Compre sua briga contra os que construíram o viaduto que caiu, seu pateta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu vocabulário não me ofende, assim como sua ignorância não me surpreende. Se fosse de seu interesse, teria vasculhado as postagens para saber mais sobre contra o que eu me oponho. Mas, fazer o que? O Juiz revogou o habeas corpus da meliante.

      Excluir
    2. Ela e bandida sim, tanto quanto Dil-ma e tem que sofrer as consequencias das mas companhias que tem. Nossas FFAA nao torturaram os terroristas de 1964 mas desta vez eles verao so quando os militares vierem para por ordem na casa. Tomara que eles nao deixem ninguem sobrar para depois vir encher o saco das pessoas de bem.

      Excluir
    3. alexis quando é o pessoal da esquerda que mata foi acidente, mas se um de pensamento contrario comete algum deslise contra qq um de vcs assim é tortura, crime hediodo ou coisa pior, por menor que seja o erro

      Excluir