terça-feira, 7 de outubro de 2014

O PM está absolutamente satisfeito com tudo

Há quase dois anos, após as eleições municipais de2012, eu postava este texto:


Hoje, vislumbrando o resultado das eleições para os Legislativos Federal e Estadual, tiro minhas conclusões:
Toda e qualquer mudança que desejemos para a melhoria de vida do policial militar passa pelo legislativo, desde vencimentos até regramento legal. Os agora eleitos, com raríssimas exceções, mesmos oriundos dos quadros PMERJ, não foram eleitos com os votos da Corporação, não tendo portanto, nenhum compromisso com ela, como notoriamente já demonstraram.

Tivemos para este pleito uma seleção de candidatos, Só não leva se não quiser, todos com histórico que justificariam a confiança de terem o voto PMERJ, que abrange um universos de cerca de 220.000 votos, incluído RR, REF e parentes. Resultado: Nenhum conseguiu ser eleito. Para onde foram estes votos? Será que apesar do apelo dos candidatos e das manifestações de apoio, foram traídos? Parece que sim.

Lembro-me da única vez que vi o PM comparecer em atos reivindicatório, foi quando vislumbrou a possibilidade de se beneficiar com aumento salarial, depois nunca mais.


Então, hoje, creio que não há mais reivindicação que justifique a presença ou o voto do PM. Ganham bem, possuem um regramento disciplinar moderno, não há abusos a combater, os mais de cem mortos este ano são absolutamente necessários e toleráveis, o serviço de saúde os atende dignamente, suas armas sofrem manutenção periodicamente, suas viaturas são novas com ar condicionado e não necessitam de mínima blindagem, as UPPs são instalações dignas provendo segurança do efetivo, a comida fornecida é de boa qualidade e consumida em instalações com conforto e higiene, há local apropriado para seu descanso, as horas de trabalho não são exaustivas e sua formação é excelente.

Prato de comida repleto de larvas vivas que foi servido no refeitório da unidade. A cena, segundo o PM que fez as imagens, está longe de ser novidade entre os agentes. Segundo ele, os policiais recebem frequentemente almoço e lanche estragados nos batalhões da Polícia Militar do Rio.

Toda e qualquer manifestação em contrário é mentira de acordo com sua manifestação política.

Nem em defesa de suas vidas eles são capazes de se manifestar, comparecimento é de poucos da ativa, engrandecido pela Reserva,Reformados,parentes e vitimados.
Homenagem aos policiais mortos e feridos




Tá tudo muito bom, tá tudo muito bem.

3 comentários:

  1. Tenho um amigo PM que me disse que estão satisfeitos. que alguns são empresários, outros fazem segurança e não tem tempo para manifestações. Deve ser o pensamento da maioria.

    ResponderExcluir
  2. policia é mao de macaco

    ResponderExcluir
  3. Estive em algumas passeatas dos Bms e não vi grande numero de policiais militares. A classe é desunida e não consegue apoiar um candidato único,seja praça ou oficial. Os oficiais que possuíam cargo eletivo nada fizeram para a classe,chegando a votar contra projetos que beneficiariam Bombeiros e Policiais. A resposta esta nas urnas, não conseguiram se eleger ou reeleger. No RJ o governo não precisa se preocupar com a policia,estão todos desunidos e olhando para o próprio rabo.

    ResponderExcluir