terça-feira, 21 de outubro de 2014

PF descobre grande quantidade de diplomas falsos entre os médicos cubanos

ALGUMA NOVIDADE?



"INACREDITÁVEL! A Polícia Federal descobriu grande quantidade de diplomas falsos entre médicos cubanos do "Mais Médicos", programa eleitoreiro do PT na tentativa de eleger o Alexandre Padilha a governador de SP. Alexandre Padilha é aquele que comprou viagra superfaturado no MS com o dinheiro do SUS.

Esses falsos médicos descobertos não cursaram medicina alguma! Existem "médicos" inscritos no programa que nunca sequer cursaram medicina!

A Polícia Federal deflagrou a operação contra um esquema de fraude na emissão de diplomas falsos de medicina que eram revalidados para o exercício da profissão no Brasil e participação no programa Mais Médicos.

Durante a Operação Esculápio – em referência ao deus da medicina e da cura na mitologia greco-romana, foram expedidos 41 mandados de busca e apreensão pela 7ª Vara Criminal da Justiça Federal no Mato Grosso. Os mandados estão sendo cumprindo em 14 estados – Mato Grosso, Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Roraima, Rio Grande do Sul e São Paulo.

De acordo com a PF, as investigações tiveram início depois que a Universidade Federal do Mato Grosso entrou em contato com universidades bolivianas (Universidad Nacional Ecológica, Universidad Técnico Privada Cosmos e Universidad Mayor de San Simon), que confirmaram que entre os inscritos no programa de revalidação, 41 nunca foram alunos ou não concluíram a graduação nessas instituições.
Na análise dos documentos, a Polícia Federal constatou que dos primeiros 41 inscritos, 29 foram representados por advogados ou despachantes que fizeram a inscrição dos supostos médicos no Programa Revalida.

Essa noticia nem foi veiculada pela grande mídia que parece não estar nem aí se o povo está sendo atendido por falsos médicos ou não.

“É, o PT só pode trazer médicos com uma formação igual à do Lula!”
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário