sábado, 21 de março de 2015

Dilma diz que quadro de dificuldades é "passageiro" e pode ser superado com união


A presidente Dilma Rousseff disse nesta sexta-feira que o atual momento de dificuldades no país é "passageiro e conjuntural" e reforçou seu apelo por união para superar esta situação.
Dilma voltou a afirmar que o governo fez tudo nos últimos anos para impedir que os impactos da crise internacional atingissem a população mas que agora não tem mais como absorver tudo.
Ela defendeu também o ajuste fiscal em curso como necessário para dar condições ao país para crescer, gerar empregos e realizar políticas sociais.
A presidente também afirmou que o contingenciamento do Orçamento da União para este ano será "significativo" para garantir o cumprimento da meta de superávit primário de 1,2 por cento do Produto Interno Bruto (PIB).
“Esta semana foi aprovado o Orçamento, agora, assim que sancionado, nós vamos... fazer o contingenciamento, que será significativo, não vai ser um pequeno contingenciamento”, disse a presidente a jornalistas em Eldorado do Sul (RS).
Dilma reforçou que a aprovação do ajuste fiscal é imprescindível para a economia do país. Segundo ela, quanto antes isso for feito, mais rápido governo e economia sairão da restrição.
O atual "passageiro" desta jornada golpista já cansou, não suporta mais o PT, por intermédio desta presidANTA continuar a mentir. Como agora, insistindo neste "ajuste fiscal" para, mais uma vez, colocar-nos para pagar a conta de sua irresponsabilidade destruidora.

2 comentários:

  1. O povo pagará a conta da incompetência petista? Estamos regredindo?
    IMPEACHMENT JÁ!

    ResponderExcluir
  2. Essa senhora só pode está de brincadeira com o povo... Até quando???
    Clamo por uma Intervenção Constitucional urgente!!!

    ResponderExcluir