quarta-feira, 18 de março de 2015

Governo lança pacote anticorrupção


O governo lançou nesta quarta-feira um pacote anticorrupção. Na cerimônia, que ocorre neste momento, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, defendeu o diálogo com todos os setores da sociedade. Cardozo afirmou na terça-feira que o governo buscará pontos de convergência até mesmo com setores da oposição para aprovar as medidas de combate à corrupção.


Segundo ele, o esforço especial para conter desvios de dinheiro público é um dos recados dos últimos protestos de rua. O ministro falou sobre o assunto depois de apresentar ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) as linhas gerais do pacote anticorrupção que o governo deve enviar ao Congresso Nacional nesta quarta-feira.
- Vamos dialogar com todas as forças políticas. Todos os brasileiros e brasileiras querem enfrentar, com coragem, e determinação o problema da corrupção. Temos que pegar propostas de outras forças da sociedade, da oposição. Todos nós do Executivo e do Legislativo temos que ouvir a sociedade. E a sociedade tem um forte desejo de combate à corrupção - disse Cardozo depois do encontro com Renan.


Renan disse que o pacote apresentado por Cardozo é muito bom, mas o Senado já discutiu o assunto depois dos protestos de junho do ano passado. As medidas já estão em tramitação na Câmara.
- O Senado aprovou um amplo pacote anticorrupção. É importante o protagonismo do governo para que esse pacote ande na Câmara dos Deputados - disse o senador.
Renan voltou a dizer ainda que o governo precisa de "muita humildade para se reencontrar com as ruas"
Cardozo deverá ainda hoje apresentar as propostas ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Pela manhã, Cardozo tratou do assunto com o vice-presidente Michel Temer e com os líderes da base governista. No pacote anticorrupção estão medidas anunciadas pela presidente Dilma Rousseff durante a campanha eleitoral do ano passado e que, por divergências internas, acabaram não sendo lançadas em dezembro ou no início deste ano como estava previsto.




Nenhum comentário:

Postar um comentário