terça-feira, 17 de março de 2015

Jogo do quem dá mais

Venezuela está preparada para enfrentar 'política insólita' dos EUA, afirma Fidel


O líder cubano Fidel Castro afirmou nesta terça-feira que a Venezuela está preparada, tanto no campo diplomático quanto no militar, para enfrentar a "política insólita" de ameaças e imposições dos Estados Unidos, em uma carta dirigida ao presidente Nicolás Maduro.
A Venezuela "declarou de forma precisa que sempre esteve disposta a discutir de forma pacífica e civilizada com o governo dos Estados Unidos, mas nunca aceitará ameaças e imposições deste país", disse Castro na carta, publicada pelos meios de comunicação locais.
Na segunda carta que envia a Maduro em uma semana, o pai da revolução cubana elogiou a atitude do povo venezuelano e "a disciplina exemplar e o espírito da Força Armada Nacional Bolivariana" frente à lei do presidente Barack Obama que aplicou sanções contra funcionários da Venezuela e declarou o país uma ameaça para a segurança nacional dos Estados Unidos.
"Haja o que houver, o imperialismo dos Estados Unidos não poderá contar jamais com elas para fazer o que fez durante tantos anos", já que "hoje a Venezuela conta com os soldados e oficiais mais bem equipados da América Latina", acrescentou Castro, de 88 anos, e afastado do poder desde 2006 por razões de saúde.
Ele ressaltou que o povo venezuelano "jamais admitirá um retorno ao passado vergonhoso da época pré-revolucionária".
Castro também saudou os 11 países da Aliança Bolivariana para os povos de Nossa América (ALBA), que se reunirão nesta terça-feira em uma cúpula em Caracas para "analisar a insólita política dos Estados Unidos contra a Venezuela e a ALBA".
A reunião de Caracas é realizada depois que o Parlamento venezuelano concedeu a Maduro superpoderes anti-imperialistas para governar por decreto até o fim de 2015 em matéria de segurança e defesa.
Em outra carta que Maduro escreveu na última terça-feira, Castro o felicitou por seu brilhante e valente discurso diante das sanções impostas por Washington.
brnoticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário