quinta-feira, 12 de março de 2015

Virou negócio


Camisetas, bonés e kit impeachment: moda para manifestantes custa até R$  175


Camiseta pró Aécio de grife brasileira custa R$ 130; loja na Oscar Freire vende pelo menos dez peças diariamente

Os protestos da próxima sexta-feira (13) e do próximo domingo (15) contra o governo da presidente Dilma Rousseff movimentam não só as redes sociais, mas também o mercado da moda. Grupos que organizam as manifestações e até grifes de estilistas famosos estão faturando com criações voltadas para as datas.
A marca do estilista Sergio K comercializa uma camiseta com os dizeres "A culpa não é minha! Eu votei no Aécio". A peça está esgotada na loja virtual e não há previsão para voltar a circulação online.
Nas lojas físicas da Sergio K, o item sai por R$ 129 e a procura é grande. Por telefone, um vendedor da loja da grife na rua Oscar Freire, zona sul de São Paulo, afirmou que pelo menos dez camisetas são vendidas todos os dias.
Já o grupo Revoltados On Line, que vai participar de manifestações tanto no dia 13 quanto no dia 15, colocou a venda camisetas, bonés e até um "kit impeachment".
O kit, que contém uma camiseta polo com os dizeres "Impeachment Já!", um boné e cinco adesivos com a estampa "Fora Dilma!", custa R$ 175. A camiseta custa R$ 50 e a camisa polo, R$ 99,99. 
"Quando lançamos o kit, foi um sucesso. Nos últimos dias, temos recebido muitos pedidos de famílias inteiras, com camisetas de várias estampas e tamanhos. Estamos correndo bastante esta semana para dar conta da demanda", afirma um dos integrantes da equipe.
Segundo ele, os itens que estampam o descontentamento com o atual governo já foram comercializados até para outros países. "No total, recebemos pelo menos dez pedidos por dia", conta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário