terça-feira, 28 de abril de 2015

GRÁFICA FANTASMA

Por favor, observem esta fotografia:

A denúncia da Lava Jato contra a Gráfica Atitude, usada por João Vaccari Neto para lavar dinheiro do Petrolão, deixou O Antagonista meio encafifado.

Fomos checar as despesas com gráficas da campanha eleitoral de Dilma Rousseff.

Uma delas, em particular, chamou nossa atenção: a VTPB Ltda.

Por que a gráfica VTPB chamou nossa atenção?

Porque nenhuma de nossas fontes no mercado publicitário ouviu falar nela.

E porque recebeu entre agosto e novembro de 2014, segundo os dados apresentados ao TSE pelo PT, a quantia exorbitante de 16.677.616 reais.

O dinheiro foi repassado diretamente pelo tesoureiro de Dilma Rousseff, Edinho Silva, como se pode ver neste recibo de 1.401.187 reais:
"Transação efetuada com sucesso por Edson Antonio Edinho Silva"

A gráfica VTPB, que recebeu 16.677.616 reais do tesoureiro da campanha de Dilma Rousseff, Edinho Silva, está registrada na rua Atílio Piffer, 29, Casa Verde, São Paulo, com se pode ler numa das notas fiscais apresentadas pelo PT ao TSE:
No alto, à esquerda, o endereço da gráfica VTPB

Antagonista teve a curiosidade de visitar a gráfica VTPB, que recebeu 16.677.616 reais da campanha de Dilma Rousseff.

E o que encontrou no endereço em que ela está registrada - rua Atílio Piffer, 29 - foi apenas um pequeno galpão deserto. A fotografia de sua fachada foi tirada nesta segunda-feira, às 13:06.

O antagonista Mario preparou o seguinte relatório sobre sua visita à gráfica fantasma da campanha de Dilma Rousseff:

"O número 29 da rua Atílio Piffer, no bairro da Casa Verde, em São Paulo, é uma portinha num prédio de dois andares. Nunca houve uma gráfica ali, segundo o vizinho, Cícero. A portinha está cerrada há anos.

Em frente, no número 30,, existe uma gráfica artesanal, chamada Daksil. O seu proprietário disse que imprimiu uns folhetos para "o Rogério”, candidato a deputado nas últimas eleições, mas ele não sabe por qual partido. O Rogério, advogado que mora na própria Atílio Piffer, numa casa amarela, não foi eleito.

A Daksil jamais recebeu uma encomenda de 16 milhões de reais".


Como disse a Economist, Dilma é uma fantasma (na fotografia, com o outro fantasma, Edinho Silva)

27 de abril de 2015
o antagonista


Nenhum comentário:

Postar um comentário