terça-feira, 26 de maio de 2015

Homem morre baleado ao tentar assaltar pedestre na Tijuca

De acordo com a polícia, disparo foi feito por uma terceira pessoa, que ainda não foi localizada


Assaltante morre baleado na Tijuca - Foto de leitor enviada pelo WhatsApp do GLOBO (21 99999-9110)

RIO - Um homem, ainda não identificado, morreu após tentar assaltar um pedestre na noite desta segunda-feira, na esquina das ruas Campos Sales com Mariz e Barros, na Tijuca. De acordo com policiais do 4º BPM (São Cristóvão), o disparo foi feito por uma terceira pessoa, que ainda não foi localizada.
Segundo a polícia, a vítima procurou uma cabine da PM e afirmou que não estava armada. Logo em seguida, ela sumiu. A polícia tenta, agora, localizar o atirador e a vítima do assalto.
O bandido foi atingido na coxa e morreu no local. O corpo do assaltante foi levado para o Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro.
Testemunhas contaram, através do WhatsApp do GLOBO (21 99999-9110), que o assaltante estava acompanhado de um comparsa, que conseguiu fugir.
Não aguentamos mais, isso será cada vez mais comum. Havendo oportunidade, mate seu agressor! Claro, dentro da lei. rsrsrs

Um comentário:

  1. O salário mínimo necessário foi calculado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) em R$ 3.251,61 (três mil, duzentos e cinquenta e um reais e sessenta e um centavos) no mês de Abril de 2015, de acordo com o inciso IV do artigo 7º da Constituição Federal de 1988 ("salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo").

    A Polícia Militar tem que acabar com as escalas abusivas. Segundo o artigo 7º, inciso XIII, da Constituição Federal, a jornada de trabalho terá a duração de no máximo 08 horas diárias, com o limite de 44 horas semanais, esclarecendo que jornadas menores podem ser fixadas pela Lei, convenções coletivas ou regulamento de empresas. A CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL TEM QUE SER RESPEITADA! É necessário que seja respeitada a carga horária mensal entre 144 e 150 horas mensais, considerando o mês de 30 dias.

    ResponderExcluir