domingo, 17 de maio de 2015

Policial Militar, se liga! Tú é a bola da vez.


POLICIAIS MORRERÃO ENQUANTO O PT ESTIVER NO PODER

Segundo matéria do jornal O Globo na data de 11 de maio de 2015, mesmo com 89% do aumento de mortes de policiais, em 2014, 51 policiais morreram nos Estados Unidos.
Só no Estado do Rio de Janeiro, mais de 120 Policiais Militares foram mortos no ano de 2014. No Brasil, mais de 500 policiais foram mortos, também em 2014. Interessante é que a sociedade brasileira acha isso normal. Dizem que é o risco da profissão. Policiais nos EUA também correm o risco da profissão, mas por que lá morrem menos polciais? Então não é o risco da profissão, é o aumento da violência e o descaso do Governo Federal.
Todo mundo conta e todo mundo sabe quantos bandidos foram mortos por policiais e engraçado, protestam contra isso. Chega ao ponto de ONGs internacionais de Direitos Humanos que nunca pisaram no Brasil, fazerem protestos internacionais desmoralizando a polícia aqui. Claro, essas ONGs são incentivadas por ONGs e políticos brasileiros imundos que defendem bandidos! Agora, contra a morte de mais de 500 policiais, não aparece uma viva alma para protestar, a não ser policiais.

A vida de policiais no Brasil vale menos do que a vida de criminosos. Bandidos quando mortos ninguém fala que é o risco da “profissão”. São bandidos com armamentos pesados, trocam tiros com a polícia, fizeram essa escolha, matam policiais e quando o bandido morre se torna o coitadinho defendido até do outro lado do mundo. Quando o policial morre TRABALHANDO para defender a lei, o que ouvimos é que “policial é pra morrer mesmo por que polícia sabe que morre”. Ainda existem alguns mais criativos que dizem que ninguém obrigou o policial morto a ser policial, morreu por que QUIS. Que isso?

Então o bandido está certo em querer cometer crimes e o policial errado em querer defender a lei e a ordem? Se morreu por que quis, o que seria se todos os tipos de policiais resolvessem mudar de profissão e ninguém mais quisesse ser policial? Infelizmente a nossa sociedade tem uma parcela, e não é pequena, formada por completos imbecis que falam esses tipos de asneiras e ainda se julgam intelectuais.
Estamos em 16 de maio de 2015, o ano ainda não tem seis meses e 120 policiais foram baleados no Rio de Janeiro: 7 Policiais Civis, 1 Policial Federal e 112 Policiais Militares. Destes, 33 morreram e 87 foram feridos. Qual será o número total no final de 2015?
Citamos acima que a culpa é do Governo Federal. As fronteiras do Brasil estão abandonadas e por meio delas, criminosos estão recebendo mais e mais armamento pesado todos os dias. Não existe há anos nenhuma campanha do Governo Federal contra a violência, pelo contrário, existe um descaramento em defender criminosos. Não satisfeito em defender o crime, o Governo Federal incita o fim da Polícia Militar em cada Estado brasileiro. Resumo: A violência aumenta por que o Governo Federal apoia o crime e luta contra a polícia. Inclusive, gostaria muito de calar a Polícia Federal.
Em destaque, a presidente chora e lamenta a morte de um criminoso brasileiro executado no exterior, mas não lamentou a morte de mais de 500 policiais mortos no Brasil em 2014, sob o governo DELA.
Com uma violência tão absurda e gigantesca, apoiada pelo Governo Federal, é muito difícil que governadores de Estados consigam soluções para o problema e como os Policiais Militares estão à frente, corpo a corpo combatendo o crime, são os mais prejudicados e os que mais morrem.
Para piorar, com toda a roubalheira dentro da Petrobras e também dos nossos impostos, está quase impossível governadores nesse primeiro ano de mandato fazerem melhorias nas áreas de Segurança e Saúde Pública, as áreas mais abandonadas pelo Governo Federal que tratava de mandar dinheiro para Venezuela, Cuba e outros países, abandonando a Segurança e a Saúde Pública do Brasil.
As manifestações nas ruas contra o Governo Federal, contra a corrupção, contra a violência e contra a morte de policiais, são extremamente necessárias e tomar uma posição diária a favor dos Policiais Militares é extremamente necessário também, se queremos a diminuição da morte de policiais, a diminuição da violência e a diminuição da morte de cidadãos inocentes covardemente assassinados em assaltos. Ou lutamos agora, ou amanhã pode ser tarde.
Faça solicitações em todos os órgãos públicos competentes a favor da Polícia Militar e contra o aumento da violência. Não deixe que políticos e ONGs de pilantras coloquem criminosos cruéis para dominar a sociedade e destruir a vida de tantos policiais e cidadãos inocentes. Hoje são relatos de assassinatos que você vê nos jornais, não deixe para assistir a crueldade ao vivo na sua casa!

Enquanto isso, o Policial Militar dorme em berço esplêndido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário