quinta-feira, 2 de julho de 2015

Multiplicação de "lucros" na era PT.


Empreiteiras enroladas na Lava Jato fizeram o “milagre da multiplicação” de lucros durante os governos do PT. Por meio de transferências diretas de grana pública e financiamentos “camaradas” do BNDES, o lucro maior das empreiteiras do cartel do Petrolão, a Odebrecht, passou de R$ 550 milhões em 2006, no governo Lula, para R$ 11,4 bilhões em 2014, no governo Dilma; um aumento de mais de 2.000 %.


A Queiroz Galvão tem muito a agradecer aos governos do PT: desde 2006 passou de R$ 423 milhões de lucro para R$ 1 bilhão em 2012.

A Camargo Corrêa, que lucrava R$ 1,1 bilhão em 2005, passou, em 2014, a mais de R$ 4,7 bilhões por ano. Tudo nos governos do PT.
A Andrade Gutierrez, maior doadora da campanha de Dilma, passou de R$ 238 milhões de lucro liquido em 2011 para R4 444 milhões em 2014.


Após tantos anos de lucros bilionários, os presidentes da Odebrecht, Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Engevix, UTC, Galvão Engenharia e etc estão PRESOS.



Diario do Poder

Nenhum comentário:

Postar um comentário