segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Nenhuma possibilidade de “golpe”, Instituições democráticas estão em funcionamento.


Estive diversas vezes no Clube Militar, porém nesta ultima não pude comparecer. No vídeo disponibilizado, nos comentários e em matéria no Jornal O DIA, continuo com minhas observações anteriores ainda em vigor.
O áudio não foi bom, por vezes incompreensível, mas deu para entender no contexto global.


Instituições “democráticas” funcionando não significam os Três Poderes, não se pode almejar uma Intervenção nos moldes de 64.


Nós sim, somos instituição democrática, o Povo. Eles, os militares, não podem falar abertamente em apoio a destituição deste governo, há uma sequencia lógica a ser percorrida. Só com a principal instituição democrática (povo) funcionando, a democracia pode ser “exercida” e “obedecida”.

Na matéria do Jornal O DIA, como tantas outras, desestimula por completo os Intervencionistas e, quando vislumbramos isso, devemos agir como sempre agimos. Em numero cada vez maior nas ruas, nos quartéis e nos eventos, como no 7 de Setembro.

Link: O DIA



Noto a receptividade nos eventos que realizo em área militar, noto os acenos, os sinais de aprovação. Resta aos Comandos acatarem o que o povo decidir. Militar é povo e os questionamentos já acontecem dentro da caserna.

video

Apesar do desestimulo do Jornal O DIA e dos comentários, vou prosseguir nas manifestações de rua, nos quartéis e nos eventos cívicos. A caserna não vai resistir às indagações de seu efetivo.


Quando a sociedade idiotizada escuta falar em intervenção militar se horroriza. Quando escuta o Evo Morales e a CUT dizer que se precisarem vão proteger a Dilma na base da bala, se silencia. (Luciano Medeiros)

Diante disso vamos de "EXIGIMOS" o cumprimento do Art. 142 da CF. Está na LEI é Legal. Artigo 142 da CF é a defesa da pátria, "CUMPRA-SE"!

Não haverá "GOLPE"! Claro que não, vamos retomar o BRASIL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário