segunda-feira, 3 de agosto de 2015

A "boa de neve" começa a rolar

Povo gaúcho é conhecido por seu amor a terra, registros da história comprovam isso. A Revolução Farroupilha.


No dia 20 de setembro, festeja-se no Rio Grande do Sul a Revolução Farroupilha, que eclodiu na noite de 19/09/1835, quando Bento Gonçalves da Silva avançou com cerca de 200 "farrapos" (ala dos exaltados, que queriam províncias mais autônomas, unidas por uma república mais flexível) sobre a capital Porto Alegre (que na época possuía cerca de 14 mil habitantes) pelo caminho da Azenha (atual Avenida João Pessoa).  A revolta deveu-se em função dos elevados impostos cobrados no local de venda (normalmente outros Estados) sobre itens (animais, couro, charque e trigo)  produzidos nas estâncias do Estado. Charqueadores e estancieiros reclamavam, ainda, de outros impostos: sobre o sal importado e sobre a propriedade da terra.

A epopéia da Revolução Farroupilha criou grandes heróis, mitos e símbolos; os ideais e sentimentos inexpremíveis dos revoltosos farroupilhas continuam presentes e expressos nos símbolos do Estado do Rio Grande do Sul, constituídos pelo título "República Rio-grandense", e o lema "liberdade, igualdade, humanidade" (dentro de uma nação brasileira).  
Link: Terra Gaucha

Tarso genro, como todo bom PTista arruinou as finanças do Rio Grande do Sul, passando o governo ao PMDB, José Ivo Sartori.

Professores, policiais civis e militares, servidores da saúde e de outras áreas começam a semana com uma paralisação geral em protesto contra a decisão do governo de José Ivo Sartori (PMDB) de parcelar e atrasar os salários do funcionalismo; a mobilização do funcionalismo público tem uma dimensão inédita: nunca houve uma aliança tão ampla entre as diferentes categorias de servidores; "O governador Sartori conseguiu unificar a todos com essa política irresponsável", diz a presidente do Centro de Professores do Rio Grande do Sul (CPERS Sindicato), Helenir Aguiar Schürer; "Esse caos está sendo causado pelo governador José Ivo Sartori e seu endereço é o Palácio Piratini"

Link: brasil 247

A Editora 247, representada pelo jornalista Leonardo Attuch e que edita o site Brasil 247, recebeu pelo menos R$ 120 mil do esquema de corrupção da Petrobras, a pedido do ex-tesoureiro do PT João Vaccari. 
Link: GLOBO

Contrariando parecer do Ministério Público de Contas (MPC), o Pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) emitiu nesta quarta-feira (29) parecer prévio pela aprovação das contas do exercício de 2014 do ex-governador Tarso Genro. A decisão foi tomada por unanimidade.
Entre os itens apontados pelo MPC para desaprovar as contas está o aumento de vagas do sistema prisional e pendências financeiras de R$ 74,137 milhões com os municípios, além de o governo ter aberto créditos adicionais sem amparo legal.
O Parecer Prévio do TCE-RS pela aprovação das contas será encaminhado à Assembleia Legislativa, que tem a palavra final sobre a matéria.

Link: G1 TCE RGS

Muita coisa a ser esclarecida, o PT não se conforma em ter perdido o Estado para o PMDB, que já está em visível conflito com o PT na esfera Federal. O site brasil 247 é esquerdista e aponta culpa do atual governador, nova pagina na história do Rio Grande do Sul deve ser aberta. Talvez com conflitos violentos.

video

O "exercito" de Lula foi mobilizado, o MST avança com seus ataques de invasão e destruição de prédios públicos, visando especialmente a Receita Federal. Por que? Quem sabe se a destruição pode sumir com muita coisa comprobatória. Claro, a motivação é sempre a porra da Reforma Agrária.

                                             Notícias do Sul Pneus foram queimados na ponte Rio Grande Pelotas 

Claro que os servidores não podem esperar nem ter seus vencimentos cortados, precisam sobreviver no resultado desta ingerência. Então, a brigada Militar paralisa suas atividades; o Rio Grande do Sul para.

Brigada Militar faz operação padrão, e delegacias só atendem casos graves.
Volta às aulas na rede estadual foi prejudicada por parada de professores.



A Força Nacional não existe no mundo jurídico, não é prevista na Constituição do Brasil, portanto inconstitucional. Dependendo da aplicação desta “força”, o Exercito Brasileiro deve intervir, já que os componentes da Força Nacional são oriundos das PMs e BMs, que são subordinadas ao Exercito. Vai depender se reagirão ante a ação do Exercito ou aceitarão a ordem legal para deporem suas armas.

                                         Venezuela

                                                    Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário