quarta-feira, 2 de setembro de 2015

A "SALVAÇÃO" DA NOSSA CULTURA

     
Olhem só o que andam falando deste rapaz, coitado! É um injustiçado, ele só assaltou 4 bancos à mão armada, durante o seu aprendizado. Depois de pertencer a um grupo armado, foi sequestrado pelos amigos e obrigado e viver em Cuba, onde aprendeu técnicas avançadas de guerrilha e assaltos, que não chegou a executar por absoluta falta de coragem. Resolveu então a fazer uma operação plástica e voltar ao Brasil com documentos falsos, oferecidos pelo governo honesto de Cuba. Aqui chegado, mudou-se para o Paraná onde casou-se com nome falso e teve um filho, sem jamais falar com a mulher nada de verdadeiro sobre o seu passado. Um belo dia submergiu durante anos e reapareceu depois em São Paulo com o seu nome verdadeiro, sendo reconhecido pela família que ficara no Paraná muito tempo depois. 


Nesta época, resolveu colocar em prática os ensinamentos superiores que recebera em Cuba e voltou à antiga profissão de ladrão, que no passado lhe dera muito prestígio e dinheiro, mas era muito perigosa como ficou demonstrado. Tendo atingido o grau de doutor em apropriação indébita, chegou rapidamente a ocupar um dos cargos mais importantes da Cleptocracia brasileira, sendo merecidamente condecorado várias vezes pelos bons serviços prestados ao Partido dos Trabalhadores, que começara a enriquecer graças às suas táticas bem sucedidas de obter recursos das empresas públicas (e algumas empresas privadas também) sem que ninguém suspeitasse de nada, e sem que fosse necessário colocar um revólver na cintura nem se envolver com bandidos pés rapados. Tornou-se um dos ladrões mais famosos do país e custou a ser descoberto. Mesmo assim, recentemente, foi finalmente apanhado pela Justiça e conseguiu ser condenado a apenas 10 anos e 10 meses de cadeia e a devolver uma bela quantidade de dinheiro desviado dos cofres públicos. Alegando ser uma pessoa muito pobre, conseguiu que os amigos do Partido fizessem uma "vaquinha" para inteirar o dinheiro que devia devolver.


   Entretanto, logo depois, descobriu-se que mesmo esta "vaquinha" fora para o brejo, porque ela era apenas mais um golpe sujo que ele dera nos cofres públicos, já que ele era (e é) um dos ladrões mais sofisticados do país, em todos os tempos, só sendo menor do que Ali Babá, o verdadeiro chefe da quadrilha, atualmente desesperado com a iminente chance de ser igualmente apanhado pelas teias da Justiça.



   O Zé, já sendo uma pessoa de certa idade, não está conseguindo ensinar aos seus seguidores todos os truques que aprendeu na sua consagrada e vitoriosa vida de ladrão de casaca. Os seus companheiros o chamavam pelo apelido de Arsène Lupin, embora nos dias de hoje todos considerem que o Zé poderia ter sido professor catedrático na escola onde o famoso ladrão francês fez as suas primeiras lições na carreira de ladrão, com aperfeiçoamento em estelionato, com grau 9,5.


  Portanto, quem está estupefacto com a decisão do nosso Ministério da Curtura de doar 134 milhões a este parasita público número dois, está cometendo uma enorme injustiça. Devemos protestar contra este absurdo, sim, uma injustiça vergonhosa, pois este senhor deveria - isto sim - ser consagrado nacionalmente em horário nobre da TV, condecorado com a grande merdalha da Ordem do Falsificador, no grau de Grã Cruz, e digno de uma estátua de ouro 24 quilates em tamanho natural, na praça dos 3 "Phoderes" em Brasília. E mais, com direito à publicação em 5 línguas dos seus ensinamentos, em diversos formatos (DVD e livro didático para leitura obrigatória nas escolas primárias do país inteiro).


  Não posso concordar que se fale deste homem impoluto, de maneira tão leviana e sarcástica. Afinal uma pessoa com essas qualidades de falta de honestidade explícita é um caso raríssimo na história de cada país e deve ser preservada com cuidado para que as novas gerações aprendam, com minúcias, como se deve comportar para oferecer uma vida igualmente indigna para todos os habitantes do país, excetuados apenas os amigos deste senhor Zé e alguns outros que estudaram na mesma escola.


  Vejam o texto e digam se eu não estou com a razão.

Lauro Henrique 

MAIS UM ABSURDO SOB O GOVERNO PT

Tudo está indo ladeira abaixo, e agora temos o máximo de falta de cultura.

Parece que estão querendo acabar com tudo. A PETROBRÁS É A DEMONSTRAÇÃO MAIS PRESENTE.

VEJAM COMO VAI NOSSA CULTURA E NOSSO MINISTÉRIO DA CULTURA:
1 – O MUSEU DO IPIRANGA, EM SP, FICARÁ FECHADO ATÉ 2022;


2 – O MUSEU DE BELAS ARTES, NO RIO DE JANEIRO, ESTÁ CHEIO DE GOTEIRAS;


3- A BIBLIOTECA NACIONAL NO RIO É UM DESCALABRO;


4 -   AGORA...

VEJAM  A "SALVAÇÃO" DA NOSSA CULTURA:

O "DIÁRIO OFICIAL" DE 15 DE FEVEREIRO DE 2015 PUBLICA PORTARIA DO MINISTÉRIO DA CULTURA APROVANDO DESTINAÇÃO DE 134 MILHÕES DE REAIS PARA O filme “O GUERREIRO DO POVO BRASILEIRO”. Sabe quem é esse "GUERREIRO"? É condenado pelo STF:


“Foi condenado a 10 anos e 10 meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento do mensalão pelos crimes de corrupção ativa e formação de quadrilha. Também, foi condenado ao pagamento de multa de 676.000 reais”. 

CHAMA-SE ZÉ DIRCEU, UM LADRÃO DA ELITE POLÍTICA BRASILEIRA.
PODE? É MINISTÉRIO DA CULTURA OU DE QUÊ?

O QUERIDO Brasil não se acaba porque é grande demais. Tudo está indo ladeira abaixo, e agora temos o máximo de falta de cultura.



Nenhum comentário:

Postar um comentário