quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Não é ameaça, é instinto de defesa contra vocês, SOCIEDADE.

CARTA ABERTA Á SOCIEDADE BRASILEIRA

O objetivo não é passar a mão e justificar o crime de ninguém
Os policiais militares do caso de ontem da COMUNIDADE DA PROVIDÊNCIA, não aparecem em imagens chocantes como faz parecer à imprensa. Aparecem ´´supostamente´´ cometendo fraude processual, na linguagem popular militar, ´´ENFEITANDO O PAVÃO´´.
A vitima não era um santo, um pastor evangélico, um padre, muito menos um trabalhador. Era um traficante local, fotografado várias vezes armado e com três passagens pela polícia.


Não existe nada que faça se chegar à conclusão que os policiais militares cometeram o crime de execução sumária. A principal testemunha do caso, que acha que tá prejudicando os PMs, na verdade está ajudando. Pois ela admite que o jovem fosse traficante e estava armado no momento que a polícia chegou.

Ela só questiona o fato dos policiais não ter levado ele preso, o que já é outra história, que não quero me alongar. As imagens não mostram um crime histórico como disse ontem a repórter da Globo. 


Mostram agentes públicos supostamente cometendo o crime de FRAUDE PROCESSUAL. Crime esse que eu não defendo, mas faço lembrar que é de uma nocividade extremamente menor que aqueles que a mídia, usurpando o trabalho do Poder Judiciário, apressa em realizar e condenar os agentes públicos como psicopatas frios e sanguinários.

Tenho certeza que mesmo não sendo perfeitos, provavelmente estão bem longe desse quadro demonizado pela imprensa. Situação totalmente oposta dos marginais que no dia anterior a esse fato da providência, uns 20 km longe dali, no subúrbio de Nova Iguaçu, arrastaram um policial militar vivo, amarrado por uma corda em uma carroça, puxada por tração animal, ainda vivo, enquanto agonizava, e estranhamente não vemos o mesmo show midiático. Mesma coisa tenho a dizer que nas últimas 72 horas, três agentes das forças de segurança do estado foram mortos de forma covarde em emboscadas simplesmente porque escolheram ser policiais. Eles são mortos porque escolheram defender você, seu filho, sua mãe, sua namorada, esposa. Nada além disso.


Escolheram defender uma população que vendo O FILME TROPA DE ELITE, compra o ideal Que BANDIDO BOM É BANDIDO MORTO, levando o policial ao ledo engano que pode cometer algo acima de sua função legal, mas na primeira oportunidade a mesma sociedade se dispõe a condenar a morte sem qualquer processo legal esse agente, sem direito a ampla defesa e tudo que devemos ter direito dentro de um ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO. Uma população na sua grande maioria covarde, que clama pedindo socorro contra os bandidos que tomaram conta da nossa sociedade, mas na primeira oportunidade que um policial faz algo fora do comum e aceitável pelo padrão legal, judicial e etc. aproveitam e apedrejam aqueles que são suas últimas linhas de defesa, antes que sua casa, seu patrimônio, seu filho, sejam violados pelo extinto demoníaco de traficantes, pedófilos, sequestradores, e ladrões.

Sociedade, continuem torcendo, rezando, fazendo promessa, para que todos os POLICIAIS BRASILEIROS CONTINUEM LOUCOS DEFENDENDO VOCÊS, PORQUE O DIA QUE NÓS DEIXARMOS DE SER LOUCO, CERTAMENTE VOCÊS ENLOUQUECERÃO.

JAMAIS ESQUEÇAM, FAZEMOS TUDO QUE PODEMOS, COM O POUCO RECURSO QUE TEMOS, POR VOCÊS. PRA TENTAR PROTEGER VOCÊS,DAMOS NOSSAS VIDAS.
Respeitosamente,

Um policial brasileiro qualquer.

O comentário idiota do século. "O PM não deveria ter matado o marginal da Providência e sim o prendido..."
Vocês acham que o PM é o magneto? Ou o Neo do Matrix? Quem para bala é o peito ou a cara!!! Se o marginal não fosse, iria o policial!!! Pra quem tá com pena? Vá agora ao Chapadão e comece à recolhê- los! Se você não queimar num pneu, depois volta e me conta como foi a experiência!!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário