sábado, 5 de setembro de 2015

PF descobre rede de apoiadores do Estado Islâmico em SP

O grupo apoia o Estado Islâmico, a mais perigosa organização terrorista da atualidade


Nesta sexta-feira (04), a Polícia Militar chegou em uma rua do bairro do Pari, em São Paulo, para uma ocorrência de um "possível assalto". 
Segundo a "Revista Época", ao chegarem no local, os policiais encontraram uma casa bem diferente das outras do bairro. A propriedade tinha um portão de ferro trancada por 14 cadeados, cerca elétrica e rodeado por uma dezena de câmeras de segurança.
A operação fora autorizada pela Justiça Federal com o objetivo de investigar um grupo suspeito de movimentar ilegalmente mais de R$ 50 milhões em cinco anos.
Ainda segundo a revista, os investigados formam uma célula especializada em lavagem de dinheiro, suspeita de apoiar o terrorismo. Seus integrantes defendem execuções em massa e a morte do presidente americano Barack Obama.
O grupo apoia o Estado Islâmico, a mais perigosa organização terrorista da atualidade.
Se ainda não se deu conta do que é isso, associe a outros fatos:

Uma onde crescente de armamentos apreendidos em navios, na maioria com destino ou saído de Cuba, tendo como origem a Rússia ou China.

Colômbia detém navio de bandeira chinesa que transportava armas a Cuba

As autoridades colombianas confirmaram nesta terça-feira a descoberta de uma grande quantidade de armamento e munição com documentação irregular na embarcação de bandeira chinesa "Da Dan Xia" que se dirigia a Cuba e fez uma escala em Cartagena.

Um interessante porto foi construído em Cuba, que não exposta nada além de bananas de dinheiro via vários programas (Mais Médicos) e outros desvios satisfazem o pagamento por esta mercadoria que estará abastecendo o ISIS. Rússia alcança seu objetivo de instalar o caos, China além de colaborar, consegue verbas para suas reservas. Venezuela antes prospera já afundou na falência, o Brasil segue os mesmos passos. O petróleo de lá não se vê para onde foi, nosso Nióbio não se sabe para onde vai.
Enquanto isso países vão se enfraquecendo quando não conseguem atender a demanda de refugiados que se lançam sem meios ao mar cheio de perigos, esta pratica já é bem conhecida.


Seu Filho, Neto, sobrinho e as outras crianças brasileiras ainda estão bem? Nem todas, mas o filho, neto ou sobrinho de alguém já sofre com isso.






Nenhum comentário:

Postar um comentário