segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Artigo 59 do PC do B, os comandantes militares conhecem?

Será que os comandantes militares sabem o que está escrito no artigo 59 do Estatuto do PC do B, partido ao qual pertence o novo Ministro da Defesa?


Capítulo XI – Atuação dos comunistas em cargos públicos de representação do Partido

Artigo 59 –

A atuação dos(as) comunistas no exercício de cargos públicos, eletivos ou comissionados indicados pelo Partido, ou em funções de confiança do Legislativo ou do Executivo, em todas as instâncias de governo de que o Partido participe, constitui importante frente de trabalho e está a serviço do projeto político partidário, segundo norma própria do Comitê Central. Nesses postos, os(as) comunistas devem pautar a atividade de acordo com as normas e deliberações dos entes que integram, bem como das instâncias partidárias a que estejam subordinados(as), não podendo se sobrepor a elas. Os mandatos eletivos alcançados sob a legenda do PCdoB pertencem ao coletivo partidário soberanamente.

Em tais funções os(as) comunistas devem empenhar-se por todos os meios para:
a) defender e difundir a orientação política e as deliberações do Partido, aplicar as decisões emanadas do órgão de direção a que estão subordinados(as);
b) zelar pelo nome do Partido, desempenhando suas funções com probidade, respeito à causa pública e aos direitos do povo, e delas prestando contas regularmente ao seu organismo;
c) participar ativamente da vida partidária, por intermédio de seus organismos;
d) empenhar-se no combate a práticas pragmáticas e burocratizantes próprias da atuação no seio do Estado vigente, manter hábitos, padrão de vida e laços sociais próprios de seu meio de origem;
e) auxiliar o Partido, com seus conhecimentos, de dados e informações a que venha a ter acesso, a compreender a realidade e desenvolver soluções inovadoras para os problemas contemporâneos;

f) efetuar as contribuições financeiras ordinárias, referentes ao cargo que ocupam, conforme alínea “c” do artigo 9º deste Estatuto e as normas das direções partidárias.    

4 comentários:

  1. Pois e, caro Ricardo Chudo, certamente que "f) efetuar as contribuições financeiras ordinárias, referentes ao cargo que ocupam, conforme alínea “c” do artigo 9º deste Estatuto e as normas das direções partidárias", significa que eles sao obrigados a dar uma porcentagem dos seus salarios ao partido, nao e nao ? Que infames sao esses comunistas!!! Como podem ser tao burros dessa maneira? Tentar destruir uma nacao para que eles tenham dinheiro e conforto? Que vida mais vazia. Claro que digo isso porque nao creio que nenhum desses militantes tenham alguma especie de ideologia!

    ResponderExcluir
  2. O estatuto do PC do B, com esse seu artigo 59, demonstra claramente que a prioridade deles, comunistas, é com o seu partido político. está previsto nesse mesmo artigo que a atuação dos(as) comunistas no exercício de cargos públicos, eletivos ou comissionados indicados pelo Partido, ou em funções de confiança do Legislativo ou do Executivo, em todas as instâncias de governo de que o Partido participe, constitui importante frente de trabalho e está a serviço do projeto político partidário, segundo norma própria do Comitê Central. Por que não a serviço da Pátria?

    ResponderExcluir
  3. Pois e, caro Ricardo Chudo, certamente que "f) efetuar as contribuições financeiras ordinárias, referentes ao cargo que ocupam, conforme alínea “c” do artigo 9º deste Estatuto e as normas das direções partidárias", significa que eles sao obrigados a dar uma porcentagem dos seus salarios ao partido, nao e nao ? Que infames sao esses comunistas!!! Como podem ser tao burros dessa maneira? Tentar destruir uma nacao para que eles tenham dinheiro e conforto? Que vida mais vazia. Claro que digo isso porque nao creio que nenhum desses militantes tenham alguma especie de ideologia!

    ResponderExcluir