quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Rio é o estado onde mais PMs são mortos no país

Muito boa a pesquisa da UCAM, me limito a replicar as palavras que concordo, mas não consigo entender por nossa sociedade é assim.
Para Paulo Storani, a morte de um policial não comove a sociedade. “Parece que o agente foi criado em laboratório: não tem pai, mãe, filho, totalmente descartável. Já com o bandido, isso não ocorre.”
Estaríamos diante de uma sociedade egoísta, ingrata e que só se preocupa com seus próprios interesses???
Por Gurgel Soares



Rio é o estado onde mais PMs são mortos no país
Foram 98 militares assassinados no ano passado, e praticamente 60, este ano
FLAVIO ARAÚJO
Rio - O soldado Neandro Santos de Oliveira, do 31º BPM (Recreio), pode ser o 60º policial assassinado este ano no Rio. Ele desapareceu na noite de segunda-feira ao ser identificado no Chapadão, em Costa Barros. A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) tenta descobrir se algum dos corpos carbonizados encontrados ontem na região é do PM. O caso ilustra a rotina dos policiais no Rio, estado campeão de mortes de agentes de segurança, de acordo com o Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Em 2014, foram 98 policiais assassinados, quase 25% dos 398 agentes mortos no país.

Veja dados sobre as mortes de PMs em todo o Brasil
Números do Instituto de Segurança Pública mostram que, em 2015, o número de policiais mortos em serviço, 19, já supera o total de todo o ano passado, 17. A cada ano, os índices se aproximam dos patamares anteriores às UPPs. Em 2008, quando a primeira foi criada, foram 26 policiais executados.

Estado brasileiro em que mais morrem PMs é o Rio
De acordo com a socióloga e coordenadora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania da Candido Mendes, Julita Lemgruber, o erro está na estratégia da política de segurança, que optou pelo enfrentamento. “Essa opção se fez inclusive em áreas de UPP. O número de mortos, sejam policiais, criminosos ou inocentes, cresce. Pagamos todos um preço muito alto, e o estado precisa salvar a proposta de polícia comunitária, que está se perdendo”, avalia Julita.
O diretor executivo da Anistia Internacional, Atila Roque, vê na guerra às drogas o fator principal da violência. “A política de segurança que privilegia o confronto direto e incursões recorrentes nas áreas de favelas e periferias contribui para este número alarmante. É como se disséssemos que as vidas desses jovens, policiais e moradores são descartáveis. O preço é uma polícia que mata e morre muito.”
Para o sociólogo e ex-oficial do Bope Paulo Storani, os governantes precisam agir em conjunto. “Os municípios fogem quando o assunto é segurança. Os estados parecem falidos, e o governo federal não toma as rédeas. Houve ainda, no Rio, enfrentamento com as facções criminosas, com tentativas de retomar comunidades ocupadas pelas UPPs.”

Descoberto pela escala de serviço
O soldado Neandro Santos de Oliveira foi abordado em falsa blitz na Rua Alcobaça, na comunidade Final Feliz, na noite de segunda-feira. De acordo com o 41º BPM (Irajá), o militar fora descoberto porque estava com a escala de serviço. No carro dele, abandonado, foi encontrada a identidade de PM suja de sangue.
O veículo também tinha marcas de tiros. Alguns dos disparos teriam sido feitos de dentro do carro, o que indicaria que Neandro reagiu. A mulher dele está grávida de quatro meses.
Homens do batalhão de Irajá fizeram operação pela manhã à procura do militar. Foram apreendidos um fuzil, uma pistola e uma granada, e três suspeitos foram detidos. Nas buscas, três corpos carbonizados foram removidos para o IML. “Vamos nos dedicar ao máximo. Não dá mais para aceitar a morte de tantos policiais. É inaceitável”, disse o diretor da Divisão de Homicídios, delegado Rivaldo Barbosa.

Mudança da cultura do PM integral
De acordo com o subsecretário de Educação, Valorização e Prevenção da Secretaria de Segurança, Pehkx Jones, a maioria dos policiais morre nas folgas, pois se expõe.
“Estamos alterando uma cultura. De folga, ele não tem que andar armado ou fardado, pois está sozinho e existe o fator surpresa do criminoso. É um trabalho de psicologia”, define. Jones ressalta que o número de policiais mortos em serviço é até menor que a série histórica. “Tínhamos média de 25 policiais mortos na década de 90 e, ano passado, foram 17 em serviço.”
Mas a formação, que Jones garante estar mudando, ainda é alvo de críticas. “O praça vai para as ruas sozinho, sem amparo legal, moral ou psicológico dos superiores. O modelo da PM está falido. Quando há uma operação da Polícia Civil, lá está o delegado. Então, coronéis têm que ir para a rua também”, ressaltou o presidente da Associação de Soldados e Cabos da PM, Vanderlei Ribeiro.
Para Paulo Storani, a morte de um policial não comove a sociedade. “Parece que o agente foi criado em laboratório: não tem pai, mãe, filho, totalmente descartável. Já com o bandido, isso não ocorre.”
Fonte: Jornal O dia.


Um comentário:

  1. Na verdade estamos diante de um caos total generalizado e sem cura ! tanto na segurança como na saúde ,transportes ,educação e por aí vai ! só pra se ter uma ideia da coisa se o ESTADO jogasse duro com a bandidagem certamente os orgãos de imprensa e a mídia iria com certeza manipular a opinião pública! Você quer ver ....? eles queimam o pm vivo né mande a PM queimar um bandido vivo pra vcs verem o problema que a corporação vai arrumar com a OAB E COM OS DIREITOS HUMANOS ! Isto sem se falar nos parentes dos bandidos e nos seus amigos que compõe a comunidade mas que não são bandidos porém formam a opinião pública o efetivo das polícias civil,militar,federal,guarda nacional não chega hoje em dia Á metade do contingente de bandidos se somássemos todas as facções que há no Brasil e o estrago só não tem maiores proporções por que as facções criminosas em sua maioria não se dão bem ou seja, são inimigas entre sí aí fica a seguinte pergunta vcs já pensaram se essas facções do crime organizado se unissem ? hum.....? aí os secretários de segurança pública dos estados e dos municípios dizem que segundo dados estatísticos a violência tem caído ! aonde ????? aonde o país vai parar ?
    só quem não prestou atenção na situação é que não observou que o Rio de Janeiro por exemplo tem em sua totalidade de superfície territorial mais de 60 % de favelas ou comunidades como hoje são chamadas o porte de arma de fogo "legal" é proibido aos que são do bem porém é concedido digamos assim aos fora da lei que explodem caixas eletrônicos e quadrilhas que pintam e bordam com o poder público se é que se pode ser chamado de (poder público) o chapadão por exemplo virou uma espécie de torre de babel dos traficantes onde se anda de carros e motos roubados e armas de grosso calibre à vontade e o ESTADO SABE DISSO O SENHOR BELTRAME O SABE E MUITO BEM e detalhe há quem pense que todo este inferno é só no chapadão mas na verdade se engana pois toda a cidade esta tomada e toda a sociedade o sabe porém tem medo de falar por que o preço é a morte que se não for por bandidos acaba sendo por mando de alguém que não quer perder o cargo dentro da chefia de polícia e todos o sabem ! há uns dias atraz todo o país viu pela tv o trabalho que a polícia teve e apreendeu 800 e tantos KG de cocaína pura e um Juíz deu o abeas corpus ao traficante ( a coisa foi tão explícita que o Ministério Público não teve como se calar ! a múrtua dos Magistrados suspendeu o mandato do referido Juíz que está sob investigação aí fica a pergunta se Juíz está se corrompendo oque dirá do resto (policias em geral, governador,prefeito deputados senadores desembargadores ) quem vai dar crédito e um país que tem manchada de corrupção a Presidência da República , O Senado Federal , O Congresso Nacional ? em quem acreditar ?...................a única coisa que sei que realmente está certo é que o ESTADO PERDEU O CONTROLE DA SITUAÇÃO E NÃO TEM MAIS JEITO ! ISTO É FATO! SÓ UMA INTERVENÇÃO MILITAR COMO A DE 1964 PRA DAR JEITO NISTO QUE SE INSTALOU NO PAÍS,PORÉM SE ISTO ACONTECER CREIO EU QUE HAVERÁ MUITO SANGUE DERRAMADO. SÓ NOS RESTA DE FATO É ORAR E PEDIR A DEUS QUE O MAU NÃO NOS ALCANCE.
    EU SOU HENRIQUE VASCONCELOS NOGUEIRA CARIOCA CASADO PAI DE FAMÍLIA E ASSUMO TOTAL RESPONSABILIDADE PELOS FATO QUE AQUI EXPUS SEI QUE POSSO ATÉ SER MORTO OU PRESO OU MESMO SUMIREM COMIGO MAS DE UMA COISA EU SEI ESTA É A MINHA OPINIÃO E SEI QUE POSSO EXPOR O MEU PONTO DE VISTA POR QUE MUITOS TEM A VONTADE DE FALAR MAS O MEDO NÃO OS DEIXA E EU NÃO ACEITO VIVER EM UM PAÍS QUE ESTÁ COMO O BRASIL ESTÁ !

    ResponderExcluir