quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Ministro da DEFESA participa de propaganda intimidatória do PCdoB.

PCdoB preparado para o confronto! Ministro da DEFESA participa de propaganda intimidatória do PCdoB. Ele pode se manifestar politicamente, mas um GENERAL não pode.



Isso é paradoxal, já que a defesa é uma instituição de ESTADO, de todos os brasileiros, de todas as preferências partidárias.
O ministro da defesa ocupa sua posição à frente de milhares de militares das Forças Armadas, o mínimo que precisa fazer é demonstrar a mesma ética que exige de seus subordinados.
A Propaganda do PCdoB, chamada não sem motivo de “coragem”, teve como escopo defender o mandato de Dilma Roussef e deixar bem claro que qualquer tentativa de retirá-la do governo, mesmo por vias legais, seria um golpe e que este terá uma reposta “corajosa” por parte da esquerda.

O programa também tenta convencer que Dilma, que em sua campanha política usou e abusou de pedaladas, promessas mentirosas e financiamento por vias “estranhas” conseguiu vencer por apresentar proposta mais convincente.


Aldo Rebelo, que nem deveria ter participado, teve o desplante de dizer que o nosso país é e sempre será um “exemplo de democracia, tolerância e inclusão social”.
O programa do partido que pegou em armas para tentar impor sua filosofia assassina termina com uma ameaça intrigante. A deputada Leci Brandão deixa implícito que se o que chamam de golpe for efetivado, não hesitarão em ir para o confronto.
golpe é o artifício dos que não conseguem convencer pelas suas idéias… O PCdoB está sempre pronto a dialogar, respeitando o direito que todos tem de pensar diferente. Mas também está preparado se o confronto for em outro campo…  “

Nenhum comentário:

Postar um comentário