terça-feira, 17 de novembro de 2015

Sobrou decepção e reclamação do evento em Brasília

Eu esperava isso!


O grande evento aclamado como o fim da era PT foi uma decepção, sobraram reclamações e descontentamento com os pseudo lideres e pedintes, que nenhuma capacidade de orquestração tiveram. A maior preocupação foi com as “doações” e sua imagem.

Embora as imagens enviadas relatassem multidão, relatos declaram não mais de 2.000 pessoas, juntando-se todos os movimentos presentes, impeachmistas e intervencionistas. Áudio de manifestantes de São Paulo fala da ânsia dos “lideres” em promoção pessoal e pedir dinheiro, coisas que não se alinham ao pretendido. São grupos acéfalos, sem cabeça que coordene ações.

A pessoa do áudio pede para que não envie dinheiro para estas lideranças e, informações dão conta que alguns já detêm mais de R$ 2.000.000,00 para uso pessoal. Enquanto não houver uma pessoa séria e compromissada com o futuro da Nação não atendam aos pedidos de dinheiro, pois os motivos são falácias.


Decepcionaram os bens intencionados com o “engodo” apresentado, os quais se afastam destas manifestações mas não se afastando da causa maior. 


Link do áudio: Walter Policastro

Só vi isso!


A verdadeira oposição aos comunistas está totalmente desorganizada e isso não pode continuar.

Devemos ter organização. Urge planejar (nos unir, somar esforços, compartilhar ideias e recursos, divulgar melhor nossos ideais, esclarecer a população (que sofre de lavagem cerebral de anos de doutrinação comunista e pelas mentiras da governo, MEC, Mídia/Imprensa, professores esquerdementes, etc.), levantar informações, fazer reconhecimento do local, montar equipes de suporte, estabelecer bases de apoio, elaborar planos, estudar rotas e transportes alternativos, pesquisar vias alternativas de comunicação, pensar nos suprimentos e segurança, etc.), o que não envolve complexidade ou treinamento de anos.

Confiram alguns exemplos.
O bloqueio na rodovia de acesso à Brasília pelo MST e a burocracia da policia com os ônibus eram questões previsíveis. Deveriam ter sido estudadas rotas alternativas e os ônibus deveriam ter contato entre si para poder avisar aos demais em tempo real que a rota tal está com tal empecilho ou que a rota B está livre. Inclusive, deveria ter sido estudada a hipótese de vans e outros veículos poderem transportar os passageiros dos ônibus retidos ou em vias interditadas.

Tinham que divulgar que iriam pela via X mas na verdade iriam pela via Y para prejudicar os planos de retaliação do governo.
Enquanto os esquerdopatas possuem recursos para transportar a "boiada" e lhes fornecerem refeição, base de apoio, equipamentos diversos (caminhões de som, megafones, barracas, bandeiras, faixas, camisetas, bonés, etc.), advogados de prontidão e até pagar diária pelos serviços de militância, a oposição não tem esse suporte e usa da política do "cada um por si" (esquecem que muitos não tem condições financeiras de irem, não podem faltar ao serviço e/ou escola, não têm onde ficarem, não conhecem o trajeto e nem o local, não conhecem outra pessoa que vai, não conhece ninguém no local, não possui barraca, não possui veículo, etc.) e muitos sequer sabem onde, quando e como estão correndo ou irão ocorrer as manifestações.

Confiram esses dois links e reflitam sobre como devemos nos organizar:



Uma coisa muito importante é nos unirmos (pois os petralhas, mensaleiros, comunistas e companhia vencem com nossa divisão de forças) através da definição dos nossos inimigos e objetivos em comum (por exemplo, cassação imediata desses políticos e novas eleições sem urnas eletrônicas, sim ou não para determinadas PECs e Projetos de Lei, etc.) e esquecermos (deixarmos de lado ou para depois = votação) as pequenas divergências que nos dividem/separam (pormenores/detalhes da reforma política, voto distrital, plebiscito, nova constituinte, parlamentarismo, liberalismo, monarquia, intervenção militar, regime militar, etc.
Se ficarmos criando "panelinhas" (grupinhos isolados e fechados de pessoas que pensam exatamente igual a nós) só estaremos nos dividindo e nos enfraquecendo cada vez mais enquanto nossos inimigos em comum só se unem e se fortalecem cada vez mais.

Adriano Caravina, advogado.

Um comentário:

  1. https:// www. facebook. com/groups/ 468210826550273/permalink/807675092603843/

    ResponderExcluir