domingo, 13 de dezembro de 2015

Neta de Lulla assume Secretaria de Exames Proctológicos, em Maricá


MARICÁ – Os milhões de reais em royalties mensais de petróleo que a cidade de Maricá (RJ) passou a receber desde 2008 têm atraído petistas ilustres, incluindo a família do líder da classe trabalhadora e consultor milionário de empreiteiras Louis Ignorácio Brahma da Silvia. Em 2001, a revista VEJA e a Folha de São Paulo denunciaram as investidas de José Dirceu na cidade, que pretendia abrir firma de consultoria e fazer negócios aproveitando os contatos com a companheirada dentro da prefeitura, a exemplo de Palocci, em Campinas.
Lurian, filha de Brahma, já transferiu título eleitoral pra Maricá e trabalha sua “base” para se lançar na política local, em breve. Desde 2008, a prefeitura importa comissionados entre seus militantes e trouxe exército de funcionários de Nova Iguaçu, onde o poder público também foi aparelhado pelo PT, desde a época em que Lindbergh Farias era prefeito. Em Maricá, a população costuma dizer que o prefeito trouxe para a cidade a “festa do cabide”, criando mais de 98 subsecretarias.
Bya da Sílvia é neta de Brahma e já arrumou boquinha no município, na Secretaria de Exames Proctológicos, em convênio com a Secretaria de Fazenda:
– Quem não pagar o IPTU terá que fazer exame de próstata, mesmo se for mulher – disse em seu blog Dedo na Ferida.
A moça nasceu com a mesma deficiência do pai – ausência de dedos na mão (foto) e espera se dar bem no setor da proctologia. Numa entrevista recente à Rede Globalista de TV, Bya confessou que deseja seguir os passos do pai:

– Eu tenho o sonho de ser socialista e consultora milionária de empreiteiras.

O CHAPA BRANCA

Um comentário:

  1. Entendi agora o seu gesto. Ela disse que e atriz e portanto deve ter participado daquela peca patrocinada pelo SESC, SENAC, SENAI e outros onde uns atores rodavam em volta de um espcaco com os respectivos dedos enfiados nos traseiros do colega da frente e rodavam feito caes na epoca do cio. Ela deve fazer parte daquele grupo.

    ResponderExcluir