domingo, 27 de dezembro de 2015

Velhos saudosistas que não mudam nunca

Com a politicalha em férias imerecidas, a grande questão que agora movimenta o país é:
Chico Buarque é um merda?

Já vai longe o Chico playboy que roubava carros pra se divertir alegremente em destruí-los. Um tédio, segundo ele mesmo; já que não havia maconha nem cocaína suficiente, naqueles tempos inglórios, para divertir sua galera.
Já vai longe também o Chico compositor, de grandes sucessos.
Não me lembro de nenhum recente, e pode ser falha minha, naturalmente, já que não me interesso por ele há muito, muito tempo.
Entretanto, o que existe atualmente é o Chico petista, não por razões ideológicas -se fosse, moraria em Cuba e não em Paris- mas por razões bem práticas: graças ao seu apoio a Dilma, em 2010, sua irmã ganhou o Ministério da Cultura. Anteriormente ocupado, diga-se en passant, por outro sem teto moral, Gilberto Gil.
Imediatamente, a tia Ana mandou através da Lei Rouanet R$ 1,9 milhão para Bebel Gilberto, sobrinha do cantor.
Thais Gulin, namorada do gajo, recebeu mais 800 mil. Lei Rouanet again.
Carlinhos Brown, genro do cara, mais 996 mil. Lei Rouanet again.
Ele mesmo, que também é filho de Deus, recebeu R$ 4,4 milhões para seu filme -que poucos vão ver- 'Chico, o artista e o tempo.'
Qualquer semelhança com 'Lula, o filho do Brasil', ou a peça do gorducho Jo Soares não é mera coincidência. Ou com a grana que ele mesmo recebeu para traduzir seu livro, 'Leite derramado' para -vejam só- o coreano.


Enquanto, isso, hoje, no país, milhares de artistas talentosos não conseguem espaço ou grana para sequer mostrar seu trabalho.
Sim, saudosistas de plantão, já vai longe o tempo do Chico playboy ou do Chico compositor.
O que restou foi bem pouco, um escritor medíocre escrevendo como pretexto pra receber grana da patroa.
Restou o merda.

2 comentários:

  1. Tem uma pessoa que publicou seu texto no facebook como se fosse dela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O texto não é meu, publiquei sem autoria por não achar o autor.

      Excluir