sábado, 16 de janeiro de 2016

Bomba! FAB também requisitada para a guerra!

Aeronáutica também foi convocada para a guerra. Contra o mosquito.


Os militares das FORÇAS ARMADAS estão cada vez mais envolvidos na operação “tapa-buracos” deixados pelo governo federal e governos estaduais. Se políticos fizessem ser dever de casa e aplicassem os recursos em proveito da sociedade o povo sofreria bem menos e os militares e as operações de emergência não precisariam ser realizadas para combater as epidemias de ZICA e DENGUE ou para distribuir água no Nordeste.

Essa semana o MINISTÉRIO da DEFESA anunciou que a Aeronáutica vai entrar na guerra contra o mosquito.

A luta iniciou na manhã desta quinta-feira (14/01) a força-tarefa da Força Aérea Brasileira para combater os focos de reprodução do mosquito Aedes Aegypti em Parnamirim (RN). Até o final de janeiro, os 156 militares da Base Aérea de Natal ajudarão a cumprir a meta da Secretaria Municipal de Saúde de realizar uma varredura em todos os bairros de Parnamirim (RN) para evitar que o surto de dengue e zika vírus aumente com as chuvas, que já começaram na região.
Diariamente serão 40 soldados e um sargento supervisor que irão para as ruas, acompanhados dos agentes de endemias da prefeitura. Nesta quinta os militares foram divididos entre os bairros do Parque Industrial e Centro para ajudar na ação dos agentes em visitas residenciais. Com isso, pretende-se diminuir o tempo gasto em cada local, possibilitando que todos os imóveis da cidade sejam vistoriados a cada dois meses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário