domingo, 20 de março de 2016

Lula e sua "trupe" grelhuda.


Lula chama feministas do PT de ‘mulheres do grelo duro’

                                           Cumé qui faz?

Em conversa grampeada entre Lula, recém-nomeado ministro da Casa Civil, e o ex-ministro Paulo Vannucchi, gravada na última terça-feira pela Polícia Federal, o ex-presidente afirma que está colocando Fátima Bezerra e Maria do Rosário, duas parlamentares do PT, para acompanhar de perto um dos procuradores que o investigam, Douglas Kirchner. No diálogo, Lula se refere às feministas do partido de forma grosseira, o que causou indignação nas redes sociais.

"Cadê as mulheres do grelo duro do nosso partido?", disse o novo ministro a Vannucchi. Confira a íntegra da conversa:

Não se sentindo ofendidas, as “grelhudas” em entrevistas e postagens demonstram sua admiração pelo ofensor, Lula.

Maria do Rosário defende machismo de Lula e é humilhada em rádio.
Maria do Rosário é moralmente repugnante mesmo. Faz chilique contra adversários com falsas acusações de machismo, mas esconde fatos claros de machismo cometidos por Lula.
Outra que deveria repudiar a declaração de Lula é Jandira Feghali, mas indiferente, continua suas postagens defendendo o indefensável.
A convulsão que vem sendo fomentada criminaliza a política e abre espaço para o fascismo, e nossa resposta só pode ser uma: o fortalecimento da democracia e do Estado democrático de Direito.
É o que nos cabe neste momento da história, denunciar o golpe e suas consequências. Dia 18, é a vez de trabalhadores, movimentos sociais, estudantes, setores organizados ou não da sociedade reivindicar o respeito a esta pátria que não são de poucos, mas de muitos.
Aqueles muitos que Lula mudou suas vidas um dia. A maioria deles deu seu voto a um projeto que, desde então, está sob ataque. Vamos às ruas, pois não fugiremos à luta!

Agora ficou bem explicito a que e a quem servem esta “grelhudas”. Hipocrisia, arte de exigir dos outros aquilo que não se pratica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário