sábado, 5 de março de 2016

O REI ESTÁ EM XEQUE


O Rei está em xeque. Rainha, cavalos e bispos se preocupam, alguns peões serão sacrificados.

O clube MILITAR se manifestou hoje sobre os fatos ocorridos nessa sexta-feira.

Veja o belíssimo texto escrito pelo Gen Clovis Purper Bandeira.


No jogo de xadrez, as duas peças mais valiosas são o rei e a rainha.
            O rei é o alvo do jogo. O jogador executa seus lances visando sempre a defender seu rei e a conquistar o rei adversário.
            A poderosa rainha é outra peça vital. Embora perdê-la não acarrete a derrota, é uma peça tão poderosa que sua falta enfraquece decisivamente quem a perdeu.
            No conturbado cenário do jogo de xadrez político, econômico, jurídico e social em que se debate o Brasil, as brancas começaram a partida convencidas de sua invulnerabilidade. Talvez tenham, mesmo, menosprezado as pretas.
            Após movimentos lentos e jogadas de ensaio, as pretas aceleraram, avançando seus peões e conseguindo posição vantajosa, com o emprego de Delcídio, Bumlai e Santana (bispos, cavalos, torres), após o ataque dos peões.
Assim, penetraram com vigor no dispositivo das brancas, que acusaram o golpe. Trataram de montar uma segunda linha de defesa de seu rei, com os últimos peões que lhes restam e arriscando mesmo cavalos e bispos em funções meramente defensivas.
Em desespero de causa, tentaram virar o jogo trocando o Ministro da Justiça por outra peça que defenderia o rei e a rainha com mais eficiência, acreditavam.
Antes de tal movimento surtir efeito, as pretas surpreenderam lançando um cavalo no meio da defesa branca, saltando por cima da linha defensiva, o que é um movimento lícito para cavalos.
Lula foi levado a depor, coercitivamente, na Polícia Federal. Sob ataque direto, o rei está em xeque.
Não se trata, ainda de um xeque-mate, mas indica claramente a situação vulnerável das brancas. Muitas vezes, após o primeiro xeque, os ataques se sucedem, cada vez mais fortes, até levarem à desistência ou ao xeque-mate.
Quanto tempo de jogo ainda resta para as brancas? Prosseguirão o jogo ou desistirão?
Em minha modesta opinião, nunca desistirão. Lançarão mão até mesmo de recursos extratabuleiro, mobilizando a parte da torcida comprada que ainda lhe é fiel e provocando desordens, tumultos e enfrentamentos com grau variável de violência, tudo em nome da manutenção do poder em suas mãos, a qualquer preço.
Não tenham, porém, ilusões. O jogo está jogado e se aproxima do fim.

Sociedade Militar

Nenhum comentário:

Postar um comentário