sexta-feira, 11 de março de 2016

Teste nas urnas eletrônicas feito por Toffoli falha e sistema continua 'fraudado'


Na propaganda do TSE dizia que o teste público ocorrera entre dias 8 e 10 de Março de 2016, feito por "especialistas do TSE" os quais iriam tentar invadir o sistema para fraudá-lo.

Aham, "especialistas" do desgoverno, em teste fechado mas que eles apelidaram de público, com as urnas já fraudadas anteriormente e que deram várias eleições aos ladrões do Brasil.
Pois bem, além da  invasão das urnas e modificação das mesmas antes do pleito, além da possibilidade burlar a transmissão de dados, o teste feito pelo TSE ainda nas mãos do bolivariano Dias Toffoli, ex-advogado do PT, revelou que os votos podem ser trocados entre candidatos.
Ou seja, você vota em Djair mas a urna fraudada 'se confunde' e na verdade seu voto está indo para o João do Caminhão.
Você vota 69 mas na verdade o seu voto está indo para 24.
É o fim.
E ainda tem besta quadrada, inclusive a falsa oposição, que após uma 'suposta auditoria' disse que as urnas não foram fraudadas.

O fato é que a 'elite socialista', vai fazer de tudo para se manter no poder, ainda que prendem Lula e Dilma. Entenda-se como 'elite socialista', não apenas PT, mas PMDB, PSDB, REDE, PCDOB e outros salafrários. (Com informações de Extra Globo)


É com estas urnas que Bolsonaro pretende ser Presidente?


Nenhum comentário:

Postar um comentário