quinta-feira, 7 de abril de 2016

Como se reduz efetivo aumentando o numero de generais? Seria uma "fabrica" de melancias?

Todo militar sabe que numa força militar existe um QDE, que é o demonstrativo proporcional entre as graduações e patentes. Assim, se o efetivo diminui, as patentes diminuem proporcionalmente.

Numa das falas do Comandante do Exercito Brasileiro ele disse que o efetivo do Exercito seria diminuído numa proporção de 5% ao ano, a partir de 2016.


O general disse que já foi decidido que o efetivo do Exército será reduzido em aproximadamente 5% a cada ano a partir de 2016. Isso significa aproximadamente menos 12 mil militares a cada ano.

A Rainha dos DECRETOS. Mais um decreto de DILMA – nº 8.650, aumenta quantidade de GENERAIS para as Forças Armadas.

A AERONÁUTICA tem agora o direito de possuir 86 oficiais GENERAIS. A força Aérea ganhou mais uma cadeira para o "generalato". De 2002 para cá foram abertas mais 10 vagas.
Mas aviões que é bom, NADA!


Ao todo, no Brasil, agora podemos possuir 326 oficiais GENERAIS em ATIVIDADE.
No quesito quantidade de generais estamos à frente de muitas potências.

Exército brasileiro tem mais generais que os exércitos dos EUA, Reino Unido e Israel

O Brasil possui um general para cada 1.258 militares. O número supera até mesmo os exércitos dos Estados Unidos, do Reino Unido e de Israel, as três forças mais empregadas hoje em conflitos armados em todo planeta. 
Os EUA tem 352 generais e uma tropa de 500 mil homens e mulheres na ativa. Na média, um general dos EUA representa 1.420 militares de patentes mais baixas, desde soldados até coronéis. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário