domingo, 3 de abril de 2016

'Fortune' põe Dilma como líder mais decepcionante

A eleição está aberta no site da publicação há apenas dois dias
A presidente Dilma Rousseff está concorrendo ao posto de líder mais decepcionante do mundo em uma enquete elaborada pela revista americana “Fortune”. A eleição está aberta no site da publicação há apenas dois dias.

No entanto, o período foi o suficiente para Dilma despontar na liderança do posto indesejado. Ela recebeu, até a noite de sexta-feira, 100 mil votos, enquanto o segundo colocado — o governador do estado de Michigan, nos Estados Unidos, Rick Snyder — tem 8 mil. A dupla de ex-dirigentes da Fifa e da Uefa Joseph Blatter e Michel Platini aparece em terceiro, com 3,9 mil votos.


A enquete foi aberta após a "Fortune" listar os 19 políticos, empresários e gestores que mais decepcionaram nos últimos anos. O texto sobre Dilma lembra que ela lutou contra o regime militar, mas agora enfrenta um processo de impeachment e vê crescer um escândalo de corrupção no país. A revista cita ainda a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a Casa Civil e a propagação do vírus zika como um problema para os Jogos Olímpicos do Rio.

"Quando é que um líder se dá mal? Uma coisa é certa: a boa sorte pode acabar rapidamente após uma decisão ruim , e tomar outras decisões fracas ainda pode piorar a situação. Esses líderes outrora respeitados têm enfrentado tempos difíceis depois de fazer algumas escolhas infelizes", diz a enquete da Fortune.

Além de Platini, Blatter e Snyder, Dilma concorre ao posto de dirigente mais decepcionante com o ex-CEO da Turing Pharmaceuticals Martin Shkreli; o ex-CEO da Volkswagen; o ex-CEO da United Continental Holdings Jeff Smisek; o governador de New Jersey Chris Christie; o prefeito de Chicago, Rahm Emmanuel; a CEO do Yahoo, Marissa Mayer; os ex-diretores do projeto Wounded Warrior Al Giordano e Steven Nardizzi; o ex-CEO da Valeant Pharmaceuticals Michael Pearson; os diretores da Chipotle Mexican Grill Steve Ells e Montgomery Moran; a fundadora do Theranos, Elizabeth Holmes; o CEO do Zappos, Tony Hsieh; o ex-CEO do Zenefits Parker Conrad; e o ex-CEO da agência de publicidade J. Walter Thompson Gustavo Martinez.


Fonte: Agência O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário