segunda-feira, 18 de abril de 2016

Generais com FUZIL na mão e equipados declaram que se for necessário o exército agirá.


Na sexta-feira o Comandante do Exército, em passagem de comando na Amazônia, disse que o Exército está atento ao desenrolar do IMPEACHMENT e possível necessidade de entrar em ação.
Os generais de quatro estrelas que participaram da passagem de comando estavam totalmente equipados, inclusive usavam fuzis em lugar de espadas. A situação chamou a atenção dos presentes, foi vista com curiosidade pelos civis. Mas, quem é militar sabe que ha um significado nisso.
O General Guilherme Cals Theophilo passa o Comando Militar da Amazônia e será transferido para o Comando Logístico, em Brasília.

Villas Bôas, em relação a possibilidade de caos pós aprovação do Impeachment, disse: “Estamos preparados, mas antes existe toda uma ritualística a ser seguida, que envolve a segurança pública de todos os estados. Temos a expectativa de até chegarmos a esse desenlaço as coisas andarão tranquilamente”.

“Podemos ser empregados por iniciativa do presidente, do Poder Judiciário ou do Legislativo”, disse o general.

Nenhum comentário:

Postar um comentário