quarta-feira, 6 de abril de 2016

Não combatem a causa, só a consequência

Hoje sofro do mesmo problema que as centenas de milhares de Bombeiros, Policiais Militares, funcionários públicos em geral, o atraso nos pagamentos, e um possível parcelamento.
Meus credores, alguns o próprio Estado, não tem complacência comigo, os bancos cobram altas taxas de juros, assim como o cartão de crédito, as concessionárias de serviços públicos (água, luz e telefone) não terão o menos constrangimento comigo ao interromperem o fornecimento por atraso no pagamento.
Mas tivemos num passado recente uma chance única de evitar o que acontece hoje e a desperdiçamos. O FORA CABRAL decidido em assembleia em 30 de setembro de 2011 não aconteceu contrariando a decisão dos que depositaram confiança nos articuladores.

No dia marcado lá estava eu e mais alguns que confiaram na decisão em assembleia, fomos enganados. Poucos compareceram, o SOS Bombeiros correu da raia.


Reunião no SINDSPREV em 2012



Pois bem, hoje os mesmos que não cumpriram suas palavras no FORA CABRAL em 2011 estão nas ruas, ALERJ e outros locais berrando por seus salários atrasados, tudo orquestrado pelos mesmos personagens de 2011, SINDPREV e PSOL, atacando só a consequência do problema, mas em nenhum momento sua causa. Claro, desejam um dia ter também a chave do cofre.

Interessante
Tantas prioridades em pauta, mas os servidores só conseguem enxergar e se mobilizarem por uma causa salarial!
Culpam o estado, mas esquecem o cerne da questão!
Agora o que é mais interessante, é que a grande maioria dos professores Marxista que doutrinam os jovens nas escolas, que tanto defende o governo atual marxista e leninista, em nenhum momento acusam o governo federal pelo caos.
Lembrem se, receita despesa!
Custo benefício!
Corrupção gera desemprego e instabilidade econômica!
Tão fácil de entender, mais tão difícil de admitir!
Aí me pergunto, será que vale a pena lutar por uma nação que não consegue enxergar ou entender o mínimo de uma realidade?
Aí volto os meus olhos para as crianças, e vejo que elas merecem um futuro melhor!
Independente de seus país alienados, omissos, incautos e idiotas.
Sinto muito pelos servidores públicos do Estado do Rio de Janeiro que, assim como eu, estão sem meios de prover sua subsistência. Mas ficará pior! E a PMERJ será novamente atacada pelos mesmos que hoje articulam as manifestações por salário nas futuras manifestações que ocorrerão.
(Adilson Braz)

Fui inocente, hoje amadureci, não tenho interesse político, isso compromete minha credibilidade.
Eliminada a causa, as consequências deixam de existir. Sinto muito, não estarei com vocês. Afinal, o que os move é só isso!


Nenhum comentário:

Postar um comentário