sábado, 2 de abril de 2016

Se estavam na fase de "monitoramento", agora devem desencadear a "neutralização". Se insistirem, a "eliminação"!

Chegou a hora das Forças Armadas entrarem em ação, estão cumprindo suas ameaças, é dever Constitucional a garantia da Lei e da Ordem.

Ameaça feita por Aristides Santos, dentro do Palácio do Planalto e na Presença da presidente da República. Se não houve reprimenda à altura, as Instituições não estão em funcionamento. Chegou a hora! Se já havia “monitoramento”, que haja agora a “neutralização”, se insistirem, a “eliminação”. Não devem mais ser considerados como adversários políticos e sim como inimigos da Nação e de um Povo.


MST cumpre promessa feita e destrói fazenda e saqueia casa de trabalhadores a mando do PT.
Bandidos Vermelhos começam a cumprir ameaças  que fizeram ontem sexta-feira 1, ao lado de Dilma. Fazendas produtivas começam ser invadidas. Máquinas, carros e casas dos trabalhadores são incendiados pelos bandidos em Fazenda no Pará, com apoio do PT.

COMEÇAM A CUMPRIR AMEAÇAS QUE FIZERAM ONTEM AO LADO DE DILMA! Fazendas produtivas começam ser invadidas. Máquinas, carros e casas dos trabalhadores são incendiados pelos bandidos em Fazenda no Pará! 


Joice Hasselmann e Reinaldo Azevedo vociferam e chamam o exercito, mas antes ambos tratavam intervencionistas com desdém, inclusive chamando de leprosos. Aécio está em desespero, afinal, suas propriedades também estão em risco. Intervencionista é louco? Só se for de Amor pelo Brasil! As lideranças “impeachmistas”, que inclusive os financiam, agora se cagam de medo diante das ameaças que começam a ser cumpridas. Ou “impeachmistas” aderem à causa Intervencionistas, ou tão FÚ e desmoralizados.
Respeitem para serem respeitados, não nos respeitaram diante de nossas opiniões, agora o fogo e a destruição está no rabo deles.


Um comentário:

  1. Com certeza. Eles chegaram ao cumulo dos absurdos. Chegou a hora das Forças Armadas entrarem em ação, estão cumprindo suas ameaças, é dever Constitucional a garantia da Lei e da Ordem.

    ResponderExcluir