quarta-feira, 11 de maio de 2016

Dilma começa a limpar gabinete para deixar Planalto

Dilma mantém agenda cheia, mas começa a limpar gabinete para deixar Planalto.



Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - A dois dias de ser afastada do cargo, a presidente Dilma Rousseff já limpou a mesa e as prateleiras do seu gabinete no terceiro andar do Palácio do Planalto, em um sinal claro de que seu governo já se prepara para deixar o poder, assim que for notificada oficialmente pelo Senado.
Em uma de suas últimas audiências como presidente, nesta terça-feira, a presidente recebeu o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, em uma sala já sem objetos pessoais e uma mesa vazia. Seguranças da Presidência tentavam evitar que os fotógrafos, chamados para registrar o encontro, vissem os sinais da saída iminente de Dilma do Planalto.
A presidente deve receber a notificação de seu afastamento na quinta-feira, dia seguinte à votação da admissibilidade do impeachment pelo plenário do Senado. A expectativa no Planalto é que a sessão vá até a madrugada –ou pelo menos tarde da noite de quinta-feira. Dilma deve ser informada pelo presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), do horário em que emissários do Congresso irão entregar a notificação.
De acordo com uma fonte palaciana, a presidente ainda não decidiu se receberá a notificação em uma cerimônia aberta, para marcar sua saída ou em seu gabinete. Inicialmente, estava acertado que Dilma desceria a rampa do Palácio do Planalto, a mesma que subiu por duas vezes, ao tomar posse em janeiro de 2011 e de 2015. A presidente, no entanto, teria sido convencida a rever essa decisão, uma vez deixaria uma imagem de fim de governo, segundo a fonte.
Por outro lado, Dilma ainda avalia se faz um pronunciamento na quarta-feira.
A ideia, anunciada anteriormente, era que ao deixar o Planalto ela tivesse a seu lado alguns de seus principais auxiliares e movimentos sociais alinhados com o governo –entre eles a Central Única dos Trabalhadores, o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra e a Frente Nacional dos Movimentos Populares– esperariam Dilma ao pé da rampa.
Chegou-se a cogitar uma caminhada de Dilma e seus ministros entre o Planalto e o Palácio da Alvorada –uma distância de pouco menos de 5 quilômetros.

Um comentário:

  1. Cometa ARAKIRI!!!
    É mais honroso...
    Há esqueci ,aqui não é o Japão...

    ResponderExcluir