quinta-feira, 5 de maio de 2016

EXÉRCITO ocupa comunidade no Rio de Janeiro.

Nas proximidades da Vila Militar no Rio de Janeiro, em Guadalupe, cerca de 250 militares do Exército, com o apoio de um tanque, realizaram grande patrulhamento durante a madrugada desta quinta (5) perto da favela do Muquiço, em Guadalupe.



O Comando Militar do Leste (CML) informou que uma pessoa foi presa por desacato e que o objetivo da ação seria garantir a segurança em torno do edifício Residencial Guadalupe, onde residem vários militares junto com suas famílias.
Militares em “off” declararam que na manhã desta quarta, uma patrulha do Exército foi atacada por criminosos da região, e que por isso o exército intensificou as ações nas imediações da favela do Muquiço.

Nas redes sociais várias pessoas elogiam a atuação dos militares do Exército e mencionam que nenhum “líder de comunidade” teve a coragem de mandar queimar ônibus ou pneus no meio da rua.

Um comentário:

  1. Será que "elles" [petralhada e afins] estão 'forçando a barra' para uma ação direta das Forças Armadas no país?

    ResponderExcluir