quarta-feira, 11 de maio de 2016

Militares norte-americanos apoiam Donald Trump. Militares brasileiros apoiam Jair Bolsonaro?


Com suas propostas nacionalistas e contra a imposição do politicamente correto, tanto Donald Trump quanto Jair Bolsonaro vão ganhando espaço na preferência do povo. Enquanto nos EUA Donald Trump diz que regras de imigração e uso das Forças Armadas devem ser revistas, no Brasil busca-se um candidato que não tem “rabo preso” e medo de se posicionar duramente contra a corrupção e políticas de ensino que impõem o gayzismo e ideologias de esquerda nas escolas.


Nessa terça-feira vários sites norte-americanos publicaram em sua primeira página o resultado de pesquisa que aponta o milionário Donald Trump como o candidato preferido dos militares norte-americanos. O site Military Times disse: “Donald Trump surgiu como preferência dos militares para se tornar o próximo presidente, batendo Hilary Clinton por uma margem superior a 2 para 1”.
Na pesquisa feita entre militares Trump conseguiu o apoio de 54% dos entrevistados, enquanto Hillary teve 25%.


Não existe uma pesquisa oficial no Brasil sobre o apoio dos militares à provável candidatura de Jair Bolsonaro para presidente do Brasil. Está em preparação. Contudo, a equipe da Revista Sociedade Militar colhe também informações de vários grupos e redes sociais e é impossível não perceber que destaca-se sim a preferência dos militares das Forças Armadas e Auxiliares pelo deputado-militar. Seu posicionamento a favor de um ministro da defesa militar, redução da maioridade penal e revogação do estatuto do desarmamento são propostas que agradam bastante a família militar.


Uma parcela minoritária se posiciona duramente contra o capitão da reserva do Exército. Alguns alegam que Bolsonaro foi eleito por militares, mas que nada de proveitoso teria feito pelos mesmos em todo o tempo que permaneceu como deputado federal.

Vejam alguns comentários de militares sobre Jair Bolsonaro:

Negativos
“Bolsonada, em mais de 20 anos de mandato, o máximo que conseguiu fazer foi cuidar do fiofo do Jean Willis e fazer barraco pra ficar na mídia e angariar os votos dos incautos.”
“Também não me iludo com esse Bolsonaro!Não fez nada de concreto para a Família Militar,e nem tem propostas para fazer,não se junta aos nossos representantes nunca para reivindicar por nossos direitos, e ainda fica babando ovo nesses DESCOMANDANTES OMISSOS que estão aí! queremos ações reais ,que visem melhorias não fanfarronices!Foraaa!”
“O senhor Deputado Jair Bolsonaro, é o reflexo da velha estirpe militar dos tempos da ditadura, ele não faz mais nada em prol da família militar, a não ser ficar proferindo discursos revanchistas que ninguém quer mais ouvir, o que ele fez para a promoção dos QEs NADA, só utiliza seu cargo para empregar seus filhos…”

Positivos
“Boa noite, agora aparece uma luz no fim do túnel, um homem com respeito e capaz de enfrentar esse partido de corruptos, pode contar com meu voto e de minha esposa e tem mais caso se oficialize esta candidatura, vou fazer boca de urna, tudo em busca da moralidade de nosso Brasil, e principalmente em pró de nossas crianças. Brasil A cima de Tudo…”
“Bolsonaro meu Presidente 2014 para moralizar o brasil que esta uma verdadeira zona onde todo mundo manda e quando a bomba estoura ninguém assume nada…”
“Se o Bolsonaro for candidato à presidente,ele pode até nem ganhar mas causará frisson a muita gente.No quesito improbidade o cara não tem rabo preso,e quanto às suas convicções e crenças todos conhecemos,portanto,quem nele votar,se identifica com o seu estilo durão, destrambelhado e sem papas na língua.O problema é:não é o suficiente para quem aspira a presidência,mas que estamos precisando de um cara com o “aquilo roxo”,um “sargentão” durão par por ordem na casa… isso estamos!”

Obs: Comentários encontrados no Site montedo.blogspot.com


Até apoio a candidatura de Jair Bolsonaro a Presidência, mas só depois de uma faxina geral na política. Mesmo que ultrapassasse as urnas fraudáveis, da maneira como o Congresso hoje é constituído, Bolsonaro não conseguiria governar. Poderia governar por Decreto, o que o levaria a um impeachment recorde. Ou poderia satisfazer o Legislativo corrupto e ao Judiciário leniente como o atual governo PT fez, distribuindo grandes somas na compra de apoio. Primeiro uma faxina com Intervenção, depois Bolsonaro Presidente.



Nenhum comentário:

Postar um comentário