domingo, 15 de maio de 2016

Os “absurdos” da Academia Militar das Agulhas Negras.

Há no Brasil uma Instituição “atrasadíssima”! A AMAN!
Imaginem só, a AMAN, que forma os oficiais do Exército Brasileiro, é uma Instituição de ensino superior onde NÃO HÁ “cola”. Nem pichação de paredes! Os apartamentos são limpos diariamente pelos próprios cadetes! E tudo tem que estar muito bem arrumado! Os horários são cumpridos RIGOROSAMENTE. Um minuto é um ENORME ATRASO! Nenhum cadete joga lixo no chão. Nem as pontas de cigarro. A gente anda na AMAN e parece que um poderosa empresa de faxina acabou de limpar tudo...mas não é isso: é que ninguém espalha lixo e sujeira!
o professor (chamado MESTRE) é tratado com respeito e reverência máximas. O Cadete (Aluno da AMAN) só progride por méritos próprios, e pasmem , NÃO HÁ USO de maconha ou qualquer tipo de droga. Será desligado o cadete que fizer uso.
A vida dos cadetes não é fácil: acordam invariavelmente por volta de 5 e 30 da manhã. Têm atividades o dia inteiro - aulas, treinamento físico (corridas, natação, pistas de obstáculos, tiro, etc). Vão dormir, em apartamentos espartanos, com 12 ou 8 cadetes cada, por volta de 23 horas, pois o estudo deve ser feito entre o jantar e o toque de silêncio, quando as luzes dos apartamentos se apagam. Se quiser estudar depois das 23 horas, pode - mas tem que ser em uma sala de aula. Não há tempo livre para estudo individual de dia - só aos sábados e domingos! Têm que ficar na Academia a semana toda. Se cometer algum erro - pode ficar punido no final de semana, sem sair da Academia. Tirar serviços - plantão de 2 horas de madrugada, de quando em quando. Fazer ronda de segurança nas madrugadas faz parte. Quando vão para exercícios militares passam fome, sede e ficam sem dormir ou dormem 2 ou 3 horas por noite. Passam semanas em montanhas com 2 ou 3 graus negativos. Atravessam rios e represas a nado, conduzindo seu equipamento. Aprendem a saltar de aeronaves e viaturas em movimento, arriscando a integridade física ou mesmo a vida. Aprendem a dormir molhados e ao relento. Fazem deslocamentos a pé, conduzindo suas armas e equipamentos por dezenas de quilômetros. Ficam longe de pais, irmãos, namoradas. 
Todas essas dificuldades fazem surgir amizades que nunca mais são esquecidas. Por isso voltam de 5 em 5 anos para se encontrar e reverenciar a sua ACADEMIA, E fazem isso até morrer! E vibram quando se encontram - parecem irmãos que estavam distantes - na verdade são! Irmãos de armas, cuja amizade é amalgamada como se fosse um cimento eterno e inquebrável.
Mais algumas coisas antiquadas que acontecem nessa instituição “atrasada”:o lema dos cadetes é CULTUAR a VERDADE, a HONESTIDADE, a RESPONSABILIDADE e a PROBIDADE. (é incrível, os armários dos Cadetes não precisam de chaves ou cadeados. Os livros ficam em armários sem portas!).
Na AMAN, o Cadete aprende a amar e proteger o Brasil, (amar e proteger o Brasil é dever de todo brasileiro).
COMENTÁRIO: NÓS QUE FOMOS FORMADOS E SERVIMOS NA AMAN, NOS ORGULHAMOS DA NOSSA UNIVERSIDADE MILITAR, QUE FORMA OFICIAIS COMBATENTES PARA O EXÉRCITO E HOMENS DE BEM PARA O BRASIL. NÃO HÁ NADA PERFEITO: SABEMOS! MAS NOS ESFORÇAMOS PARA CUMPRIR A NOSSA MISSÃO = DEFENDER O BRASIL E SEUS VALORES E INSTITUIÇÕES. COM O SACRIFÍCIO DA VIDA, SE NECESSÁRIO. ESPEREMOS QUE NUNCA SEJA PRECISO.

BRASIL ACIMA DE TUDO!

(autor desconhecido)

7 comentários:

  1. Conheço bem. Tive dois irmãos que se formaram na AMAN e foram excelentes profissionais, dentro do esquema da Escola Militar, Já faleceram, mas são inesquecíveis pela honradez, lisura de comportamento e inteligência ágil para tudo. Só um problema, todo este esquema os afasta dos civis. Dificilmente são aceitos ou aceitam o convívio com os civis, que não tiveram esta rígida formação.

    ResponderExcluir
  2. Tive o privilégio de no 15°ReCMec conhecer o cadete Bessa. Líder e amigo, parabéns a AMAM

    ResponderExcluir
  3. Colocar a palavra "absurdos" e atrasadíssima... não concordo... numa academia militar sempre haverá uma educação disciplinar assim...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi depreciativo, foi para evidenciar o pensamento da esquerda sobre escolas de qualidade com disciplina.

      Excluir
    2. Este termo foi irônico em comparação com o q vemos no cotidiano criatura!

      Excluir
    3. Ricardo e Silvia foram bem gentis!

      Excluir
    4. Ricardo e Silvia foram bem gentis!

      Excluir