quarta-feira, 29 de junho de 2016

Governo do estado define prioridades de pagamentos com repasse da união


O governador interino (munificado), Francisco Dornelles, definiu como investirá o dinheiro obtido junto ao governo federal. A verba liberada pela união será utilizada na segurança pública do Rio. A decisão foi tomada durante uma reunião entre Dornelles e o secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, na última terça-feira (28). Durante a conversa, ficou definido que a primeira medida a ser tomada será o pagamento atrasado da segunda parcela do salário referente ao mês de maio.
Em seguida, ficou determinado que a prioridade será pagar a próxima folha dos servidores, o Regime Adicional de Serviço (RAS), que a secretaria paga pela folga do policial, e a premiação dos servidores, que até hoje não foi paga. A data para o recebimento dessa verba ainda não foi definida.
De acordo com Dornelles, as medidas adotas são para garantir um maior policiamento nas ruas, porém, o governador admitiu que ainda existe preocupação com a manutenção e o abastecimento das viaturas. Por enquanto, apenas os servidores da Educação receberam integralmente seus pagamentos devido ao Fundo de Educação Básica (Fundeb).
Os outros servidores (ativos, pensionistas e aposentados) irão receber R$ 1 mil mais 50% do valor líquido de seu pagamento e essa parcela de R$ 1mil. Por exemplo, caso um servidor receba R$ 5 mil, ele receberá um depósito no valor de R$ 3 mil, correspondente aos R$ 1 mil mais  a metade dos R$ 4 mil que ainda tem direito a receber.
Entendeu?

Um comentário: