domingo, 5 de junho de 2016

Marcelo Odebrecht vai delatar propina em campanha de Dilma


O site da revista Veja informava na noite da última sexta-feira (3) que o presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, que está realizando delação premiada aos investigadores da Lava Jato, deverá expor irregularidades no financiamento da campanha da presidente Dilma Rousseff.

Segundo a Veja, “o alvo principal” das revelações de Marcelo Odebrecht será a presidente afastada “financiada com propina depositada em contas no exterior”.  

A operação da Polícia Federal já teria inclusive rastreado um repasse de US$ 3 milhões da construtora ao marqueteiro João Santana via uma conta na Suíça. “Marcelo confirmará aos investigadores que, ao remunerar Santana, bancou despesas não declaradas da campanha da petista”, conclui o veículo.
A delação premiada de Odebrecht é uma das mais aguardadas até agora: o ex-presidente José Sarney, por exemplo, disse em conversas gravadas recentemente que ela provocará um estrago de “uma metralhadora de ponto 100”. O empresário foi preso em junho do ano passado; Dilma, por sua vez, passa por um processo de impeachment e, até a próxima votação no Senado, está afastada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário